Parlamentares de Portugal e Cabo Verde querem reforçar cooperação bilateral

Cidade da Praia, 10 Nov (Inforpress) – A Assembleia da República Portuguesa e a Assembleia Nacional tencionam reforçar a cooperação bilateral, mormente estreitar os contactos entre os deputados, bem como no domínio da segurança electrónica e informática, avançou hoje, na Praia, o presidente do parlamento português.

O presidente da Assembleia da República Portuguesa, Augusto Santos Silva encontra-se de visita a Cabo Verde a convite do Presidente da República, José Maria Neves, ocasião aproveitada para estabelecer um encontro com o seu homólogo Austelino Correia, tendo como ponto essencial o programa de cooperação entre as duas Assembleias.

“A visita foi uma ocasião de retomarmos e continuarmos os nossos contactos (…) e aproveitamos esta ocasião, como estamos a renovar esse programa, fizemos a avaliação dos seus trabalhos desenvolvidos até agora e verificamos quais são as necessidades e as possibilidades para o próximo período de cooperação”, adiantou à imprensa Augusto Santos Silva.

Conforme sintetizou, abordaram sobre as questões a nível técnico entre os serviços das Assembleias, tendo salientado que o programa tem sido “muito importante” designadamente no domínio da formação em novas tecnologias e nos instrumentos de transcrição dos debates.

Foram igualmente debatidas as novas áreas que as duas congregações podem explorar, nomeadamente a da segurança quer física, quer electrónica e informática, que é “muito importante”.

“Ao nível dos deputados e das deputadas são constituídos os grupos de amizade bilateral, os deputados de Cabo Verde e de Portugal encontram-se frequentemente quer no âmbito da assembleia parlamentar da CPLP, quer no âmbito de outras organizações parlamentares internacionais que os dois países pertencem”, disse Augusto Santos Silva.

Mas, no entanto, o presidente da Assembleia da República Portuguesa precisou que ele e o seu homólogo entendem, de igual modo, que é preciso desenvolver esse contacto no plano bilateral.

“Portanto, colocamos a possibilidade de no próximo futuro eu me deslocar de novo a Cabo Verde acompanhado de uma delegação parlamentar portuguesa exactamente para estreitar esses contactos ao nível dos deputados”, anunciou o líder do parlamento português.

TC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos