Paralímpicos Marilson Semedo e Anderson Delgado já se encontram na Tunísia em busca dos mínimos para Tóquio

Cidade da Praia, 15 Mar (Inforpress)  – Os atletas paralímpicos internacionais cabo-verdianos Marilson Semedo e Anderson Delgado já se encontram no “Grand Prix de Tunis”, na Tunísia, em busca de qualificação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio’2020.

Os dois atletas, que nos últimos tempos intensificaram as suas estratégias no Estádio Nacional, em Achada de São Filipe, na Cidade da Praia,  deixaram o País domingo, 14, e pretendem voltar com os mínimos que garantam a qualificação para o Tóquio’2020.

Marilson Semedo, medalha de ouro africano no lançamento de dardo, vai à procura dos mínimos nas disciplinas de arremesso de peso, lançamento de dardo e disco, na prova que se realiza de 15 a 22 de Março.

O atleta Anderson Delgado, medalha de bronze africano nos 400 metros, vai representar o País no “Grand Prix” da Tunísia na categoria T-47, amputação de membro inferior.

De fora desta comitiva ficou a velocista paralímpica Heidilene Oliveira, campeã nacional dos 100 metros, que na companhia do seu guia-treinador Jailson Oliveira, esteve a alinhavar as estratégias para competir nas provas de velocidades dos 100, 200 e 400 metros neste “Grand Prix da Tunísia”.

O Comité Paralímpico cabo-verdiano pretende ainda estar representado no “Grand Prix” de Tunísia, que se realiza de 15 a 22 de Março, com Gracelino Barbosa e Márcio Fernandes, ambos campeões do mundo, Carlos Araújo e a invisual Keula Semedo.

Inicialmente agendados para 2020, os Jogos Paralímpicos de Tóquio (Japão), à semelhança dos Jogos Olímpicos, foram adiados para 2021, devido à pandemia da covid-19 e serão disputados de 24 de Agosto a 5 de Setembro, no Estádio Nacional do Japão. 

SR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos