Para um país que recebe como Cabo Verde aprender línguas estrangeiras é fundamental – DGI

Cidade da Praia, 13 Jun (Inforpress) – A directora-geral da Imigração, Carmen Barros, afirmou hoje que para um país que recebe, como Cabo Verde, é fundamental o conhecimento das línguas estrangeiras, que se apresentam, também um elemento importante para garantir a empregabilidade.

Aquela responsável falava durante uma mesa redonda sobre “línguas e imigração” , promovida hoje pelos alunos do curso de Relações Públicas e secretariado executivo da Escola de Negócios e Governação (ENG – Uni-CV) , com o objectivo de exercitar os conhecimentos adquiridos na disciplina de Francês.

“Nós recebemos pessoas que vieram para ficar (os imigrantes), mas recebemos turistas também e recebendo pessoas de diferente proveniência, de diferentes nacionalidades e aportes linguísticos, há que haver de alguma forma um domínio de línguas que não necessariamente as nossas para que possamos comunicar com quem vem”, sustentou.

Carmem Barros salienta ainda que quando se fala de imigração para além de comunicar em outras línguas há também a necessidade de fazer com que os imigrantes conheçam os direitos e os deveres e fornecer informações em outras línguas que não a Língua Portuguesa.

Defendeu que para tal há que formatar cursos para aqueles que chegam e não dominam a língua oficial.
Por isso mesmo, afirma que hoje em dia ter um bom conhecimento das línguas em Cabo Verde é um factor relevante para a empregabilidade.

“Cabo Verde é hoje um país de imigração e é também um o mercado para os profissionais que saem formados na área das línguas”, salientou, incentivando aos alunos a se interessarem cada vez mais em aprender línguas.

Para além da directora-geral da imigração , participaram da mesa redonda a directora-geral do Instituto da Africa Ocidental em Cabo Verde, Djenebra Traoré, docente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Artes da Uni-CV, Saidu Bangura e o reitor da Universidade Jean Piaget Wlodzimierz Szymaniak, que contaram as suas experiências em Cabo Verde.

MJB/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos