Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Papa pede solução duradoura para fluxos migratórios no Mediterrâneo

Cidade do Vaticano, 24 Out (Inforpress) – O Papa Francisco pediu hoje à comunidade internacional um acordo comum e duradouro para gerir os fluxos migratórios que chegam à Europa através do Mar Mediterrâneo e para pôr fim ao retorno dessas pessoas a países inseguros.

“Transmito a minha solidariedade aos milhares de migrantes, refugiados e outros necessitados de protecção na Líbia. Nunca me esqueço, ouço os vossos gritos e rezo por vós”, disse Francisco, após a oração do Angelus.

O Papa condenou que “homens, mulheres e crianças sejam submetidos a uma violência desumana” e, por isso, pediu “mais uma vez à comunidade internacional que cumpra as promessas de encontrar soluções comuns, concretas e duradouras para a gestão dos fluxos migratórios na Líbia e no Mediterrâneo”.

“Precisamos de acabar com o retorno dos migrantes a países inseguros e dar prioridade ao resgate de vidas humanas no mar, com dispositivos planeados de resgate e de desembarque, garantir condições de vida dignas, alternativas à detenção, viagens regulares de migrantes e pedidos de asilo”, frisou.

“Devemos sentir-nos todos responsáveis por todos estes irmãos e irmãs que há anos são vítimas desta situação”, acrescentou.

O navio Geo Barents, da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF), está no Mediterrâneo com 296 pessoas a bordo, depois de terem sido resgatadas nos últimos dias, à espera de um país que autorize um porto.

O mesmo ocorre com o navio espanhol Aita Mari, do Humanitarian Maritime Rescue (SMH), que resgatou 105 migrantes na terça-feira.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos