Papa pede maior esforço para garantir fim do anti-semitismo

Cidade do Vaticano, 05 Nov (Inforpress) – O papa Francisco pediu hoje maior empenho do mundo para garantir que o anti-semitismo seja “banido da humanidade”.

Francisco, que recebeu hoje os rabinos que participam no Congresso Mundial dos Judeus das Montanhas do Cáucaso, que decorre no Vaticano, lamentou as atitudes anti-semitas actuais.

Na sua intervenção, o papa fez referência ao 80.º aniversário da ‘noite de cristal’, quando os nazis atacaram os judeus e as suas propriedades, e ao 75.º aniversário da deportação de judeus em Roma, quando a cidade estava sob ocupação alemã, e lembrou que estes comportamentos ainda existem nos dias de hoje

“Infelizmente, as atitudes anti-semitas também estão presentes nos nossos tempos. Como repito com frequência, um cristão não pode ser um anti-semita: nós compartilhamos as mesmas raízes”, afirmou Francisco.

“Somos chamados a nos comprometer para garantir que o anti-semitismo seja banido da humanidade”, disse ainda ao papa.

Inforpress/Lusa

Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos