Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Papa adverte para surtos de ódio e antisemitismo na Europa e noutros locais

Budapeste, 12 Set (Inforpress) – O Papa Francisco advertiu hoje para os surtos de ódio e antissemitismo que estão a surgir na Europa e noutros locais, durante o encontro com líderes cristãos e judeus no seu primeiro acto da visita a Budapeste.

Na capital húngara, onde ficará apenas sete horas, primeira paragem de uma viagem que levará o pontífice à Eslováquia esta tarde, o Papa realizou um encontro ecuménico e com a comunidade judaica no Museu de Belas Artes, adjacente à Praça dos Heróis.

Francisco reuniu-se com representantes dos cristãos, que constituem 52% da população, 30% dos quais são católicos, e com a comunidade judaica, que foi fortemente dizimada durante a invasão nazi e da qual restam entre 10.000 e 15.000 membros em todo o país.

Neste encontro, o Papa disse apreciar que as diferentes confissões presentes no país, incluindo luteranos e calvinistas, “se tenham unido para derrubar os muros de separação do passado”.

“Vocês, judeus e cristãos, desejam ver no outro não mais um estranho, mas um amigo; já não um adversário, mas um irmão”, sublinhou.

Acrescentou que Deus pede para deixar para trás “os mal-entendidos do passado, as pretensões de ter razão e de culpar os outros, para nos colocar no caminho da sua promessa de paz”.

E insistiu para que esta união seja forte perante a tentação de “absorver o outro”, porque quando isto foi tentado “não foi construído, foi destruído”.

“A mesma coisa aconteceu quando quisemos marginalizá-los num gueto, em vez de os integrarmos”, acrescentou.

“Quantas vezes é que isto aconteceu na história! Temos de estar vigilantes e rezar para que não volte a acontecer. E devemos comprometer-nos a promover juntos uma educação para a fraternidade, para que os surtos de ódio que a querem destruir não prevaleçam. Estou a pensar na ameaça do antissemitismo, que ainda está a serpentear pela Europa e outros lugares”, advertiu Francisco.

Francisco disse que o antissemitismo é “um rastilho que precisa de ser extinto” e que “a melhor maneira de o desativar é trabalhar em conjunto de forma positiva, para promover a fraternidade”.

O Papa pediu aos representantes das religiões para se unirem para dar o exemplo, para que ninguém “possa dizer que as palavras de divisão vêm das bocas dos homens de Deus, mas apenas mensagens de abertura e paz”.

“Num mundo dilacerado por demasiados conflitos, este é o melhor testemunho que aqueles que receberam a graça de conhecer o Deus da aliança e da paz podem oferecer”, acrescentou.

O Papa Francisco, que chegou hoje de manhã a Budapeste para participar no encerramento deste congresso religioso internacional, encontrou-se já com o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, e o Presidente do país, Janos Ader, durante 40 minutos à porta fechada.

A reunião durou mais do que o previsto, já que se esperava uma discussão de meia hora, com a participação do secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, e do “ministro dos Negócios Estrangeiros” do Vaticano, Richard Gallagher.

O Vaticano afirmou num comunicado que entre os tópicos discutidos estavam “o papel da Igreja no país, o compromisso de salvaguardar o ambiente, a defesa e a promoção da família”.

O comunicado do Vaticano não mencionou a questão da migração entre os tópicos discutidos na reunião.

A migração é um tema em que o pontífice e o líder húngaro têm posições totalmente opostas, uma vez que o Papa defende o acolhimento de migrantes enquanto Orban é o líder dos países que rejeitam refugiados, considerando-os como um foco de terrorismo.

O Vaticano também divulgou fotografias mostrando todos os participantes sentados, cada delegação de frente para a outra, num dos salões do Museu de Belas Artes, adjacente à Praça dos Heróis onde a missa foi celebrada.

Este foi o primeiro encontro entre Orbán e Francisco.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos