Países da CEDEAO assinam declaração de compromisso com a cobertura universal de saúde

Acra, 14 mai (Inforpress) – Os 15 países membros da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) assinaram uma declaração em Acra, capital do Gana, na sexta-feira, prometendo alcançar a cobertura universal de saúde (CUS).

Intitulado “A Declaração de Accra”, o texto foi assinado pelos estados membros durante a abertura da 23ª reunião ordinária da Assembleia de Ministros da Saúde da CEDEAO.

“Esta declaração é uma série de compromissos que discutimos com os ministros para nos comprometermos a fornecer CUS”, comentou nesta ocasião Stanley Okolo, director-geral da Organização de Saúde da África Ocidental (OOAS), citado pela Xinhua.

Segundo o Sr. Okolo, através destes compromissos, os países membros da CEDEAO garantirão que todos os processos em termos de financiamento nacional sejam implementados para eliminar ao máximo as áreas onde existem problemas que aumentam os gastos pessoais das pessoas em saúde. Os Estados Membros da CEDEAO também melhorarão o acesso à saúde para populações vulneráveis ​​por meio desses compromissos, acrescentou.

“É essencial fornecer acesso à cobertura universal de saúde para pessoas vulneráveis, porque o que observamos é que a covid-19 empurrou as pessoas vulneráveis ​​ainda mais para a pobreza. Além disso, os Estados membros também colaborarão entre si, aprendendo uns com os outros para alcançar a cobertura universal de saúde”, concluiu.

A Declaração de Acra enfatizou ainda a colaboração para desenvolver a medicina tradicional como fonte alternativa de terapia, enfatizando também a necessidade de desenvolver a indústria farmacêutica na sub-região para preencher a lacuna entre a demanda e a oferta de medicamentos.

Cabo Verde fez-se representar nesta reunião ministerial da CEDEAO pelo ministro da Saúde, Arlindo do Rosário

Inforpress/Xinhua

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos