Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

País só consegue combater desemprego se vencer batalha da “densificação e robustecimento” do sector privado – secretário-geral da CCS

Cidade da Praia, 10 Abr (Inforpress) – O secretário-geral da Câmara de Comércio do Sotavento (CCS), José Luís Neves, disse hoje, na Cidade da Praia, que Cabo Verde só consegue combater o desemprego se vencer a batalha da “densificação e robustecimento” do sector privado.

“Já lá vão os tempos em que o Estado tinha capacidade de absorver. Hoje em dia com demanda e a pressão forte que temos no mercado de trabalho, rapidamente temos que vencer a batalha da densificação do tecido empresarial para que possamos debelar a questão do desemprego”, sublinhou o economista no acto de socialização do Plano Nacional do Emprego com o sector privado.

Segundo José Luís Neves é preciso fazer a análise e “estudar muito bem” o tecido empresarial em Cabo Verde e ver que políticas para o desenvolvimento do sector privado.

“É preciso ver que sector privado podemos potenciar e desenvolver em Cabo Verde para que possa traduzir na criação de emprego”, salientou José Luís Neves durante a sua intervenção.

Disse também que Cabo Verde tem que “reflectir seriamente” sobre o sistema do ensino secundário, já que, sustentou, os liceus não oferecem aos jovens as competências necessárias que o mercado de trabalho exige.

“Quando ficam pelo caminho não fazem nenhuma outra formação, não estão habilitados para serem competitivos no mercado de trabalho. Há um grande desafio para o sistema de ensino e sobretudo na área da formação profissional no país”, frisou.

Milhares de jovens devem ser capturados e inseridos no sistema de formação profissional e capacitados para poderem aumentar a sua empregabilidade no mercado de trabalho, sugeriu o economista, na ocasião.

“Este plano é extremamente importante e oportuno tendo em conta o desafio da questão do emprego e desemprego em Cabo Verde”, sintetizou.

A socialização do Plano Nacional do Emprego é oportuna tendo em conta a importância do sector empresarial no vencimento dos desafios do combate ao desemprego em Cabo Verde.

“Não dúvidas de que a criação do emprego é um dos maiores desafios da economia em Cabo Verde.   A oferta e a procura de trabalho é um dos maiores desequilíbrios que temos na nossa economia”, afirmou José Luís Neves.

JL/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos