Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PAICV exige medidas “ajustadas” e “acertadas” para pôr cobro à situação de insegurança em São Domingos

Cidade da Praia, 17 Set (Inforpress) – O PAICV afirmou hoje que as pessoas em São Domingos estão desesperadas e com medo de sair de casa devido ao aumento da criminalidade, tendo exigido do Governo medidas “ajustadas” e “acertadas” para pôr fim a esta situação.

A afirmação foi feita pelo deputado nacional do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) por Santiago Sul, Manuel Brito, em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para manifestar a preocupação relativamente ao “aumento substancial do índice de insegurança” no município de São Domingos.

A questão da segurança no País, segundo o deputado, tem sido trazida com muita frequência para a agenda pública, uma vez que as medidas apresentadas pelo Governo para garantir este “bem essencial à população não têm sortido os efeitos desejados, revelando-se ineficazes”.

“De Dezembro de 2020 a presente data, a situação no município de São Domingos tem sido dramática, com assaltos à mão armada nas ruas, nas habitações e estabelecimentos comercias, deixando um número significativo de vítimas, famílias e cidadãos, que lutam diariamente para o seu pão de cada dia, e por isso estão indignados e intranquilos perante esta situação”, denunciou.

O PAICV, afirmou, exige que o Governo actue de “forma vigorosa” para pôr cobro ao aumento substancial do índice de insegurança no referido município, que conforme lembrou, já foi um concelho onde reinou a paz e tranquilidade.

Defendeu, neste sentido, uma melhor estruturação, articulação e montagem de um sistema eficiente e eficaz de segurança em São Domingos, massificando a presença policial nas ruas, bem como a disponibilização de meios de mobilidade para pronta actuação.

Destacou a importância da cooperação e a complementaridade entre as instituições para o “sossego e tranquilidade” das pessoas e um ambiente propício a mais investimentos em prol do seu desenvolvimento.

“Neste sentido, é urgente a normalização e estabilização do ambiente neste concelho, que é considerado por todos um lugar de paz, sossego e tranquilidade e, que muitas pessoas procuram aos fins de semana e feriados para saborearem bons pasteis de milho, churrasco de galinha de terra e outros pratos típicos da nossa culinária”, acrescentou.

Para o PAICV, concluiu, é preciso reconhecer a gravidade da situação de insegurança do País, nomeadamente, no município em questão e ter a coragem de tomar medidas adequadas para o bem comum, que é a segurança de todos.

CM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos