Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PAICV chama atenção do Governo para abordagem mais “sensível e correcta” em relação aos enfermeiros

Cidade da Praia, 12 Mai (Inforpress) – O PAICV aproveitou o Dia Mundial dos Enfermeiros, que se hoje se assinala, para chamar a atenção do Governo para uma abordagem mais sensível e correcta em relação à classe no âmbito das políticas públicas para a saúde.

Durante uma conferência de imprensa Paula Moeda, secretária-geral-adjunta e deputada nacional do principal partido da oposição, disse que é preciso não esquecer que a classe dos enfermeiros é das mais imprescindíveis para a segurança e o bem-estar dos cidadãos.

Por isso, em nome do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição) reclamou para esses profissionais uma carreira mais digna, com salários mais justos, renumerações mais condizentes e evoluções profissionais mais coerentes.

“Trata-se de repor direitos não só para melhor rendimento, segurança no trabalho e apoio previdenciário, como melhor formação técnica e académica. As reivindicações dos enfermeiros são justas e contam com a nossa solidariedade”, realçou Paula Moeda, apontando para a necessidade de reparar injustiças e valorar esses profissionais de saúde.

A dirigente do principal partido da oposição salientou ainda que é entendimento do PAICV que a reforma no sector da saúde passa pela defesa dos direitos dos seus trabalhadores que continuam a ser sujeitos a condições trabalhos desgastantes que não dignificam as suas carreiras e nem valorizem o serviço público que prestam todos os dias aos cidadãos.

“Hoje, mais do que nunca, em que se vive a crise da pandemia provocada pelo coronavírus, torna-se mais visível a importância de ter profissionais qualificados e devidamente preparados para responderem a esses desafios e para participarem com propriedade na definição das políticas para o sector da saúde”, indicou.

Neste sentido, adiantou que o PAICV espera que seja dada uma atenção especial à preparação dos enfermeiros através de incentivos e colaboração institucional mais estreita da parte dos poderes públicos junto das escolas de formação de enfermagem de Cabo Verde.

E falando do contexto emergencial provocado pela pandemia da covid-19, Paula Moeda frisou que os enfermeiros, ao lado dos médicos e outros profissionais de saúde tem estado na linha da frente e tem sido os verdadeiros heróis na luta contra pandemia.

Por isso, realçou, importa abordar os riscos a segurança dos enfermeiros e responsabilizar as autoridades sanitárias por melhores condições de trabalho.

MJB/CP
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos