Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Organização Nacional de Antidopagem do Desporto em Cabo Verde promete estudos científicos sobre os atletas

 

Cidade da Praia 14 de Jul. (Inforpress) – A Organização Nacional de Antidopagem do Desporto em Cabo Verde (ONAD-CV) almeja realizar um estudo científico no próximo ano para se proceder à uma “avaliação rigorosa” e inteirar-se da credibilidade dos atletas cabo-verdianos no controlo antidoping.

O presidente da ONAD-CV, Emanuel Passos, avançou esta pretensão à Inforpress, no âmbito da realização da palestra sobre a Educação, Sensibilização Contra o Desporto de Cabo Verde realizada no Estádio Nacional, onde prometeu trabalhar na educação e sensibilização, para que os atletas possam saber quais são os seus direitos e seus deveres.

O responsável adiantou que com esta palestra, destinada a atletas de voleibol que disputam o nacional na Cidade da Praia, pretende informar os jogadores sobre as leis de antidopagem para que possam ter um comportamento consciente ao longo da época desportiva.

“Não sabemos o que os atletas sabem e queremos dar-lhes a conhecer isso, dizer-lhes que há determinados medicamentos que podem dar o controlo positivo, informar-lhes que eles têm a obrigação de dizer onde, quando e a que hora que eles treinam. Por outro lado, submeter-se ao controle quando lhes for solicitado” explicou Emanuel Passos.

O responsável máximo da ONAD-CV enalteceu a reacção “bastante positiva” dos atletas do voleibol, assim como dos atletas de andebol na ilha do Sal que receberam a palestra, com o argumento que a ONAD-CV quer uma competição “limpa e justa”.

Quanto ao laboratório de teste antidoping, o presidente da Organização Nacional de Antidopagem do Desporto em Cabo Verde estipula que o país terá dentro de dois ou três anos o seu laboratório e que por enquanto os testes serão feitos fora do país.

A execução deste projecto, segundo o mesmo, conta com o apoio de parceiros internacionais como as autoridades portuguesas, espanholas, Agência Mundial, que é o principal parceiro, e a Zona II e III da África, onde Cabo Verde está inserido.

A palestra sobre a Educação Sensibilização Contra a Dopagem no Desporto de Cabo Verde foi destinada às equipas em masculino e feminino participantes no campeonato nacional de andebol.

EA/SR

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos