Orçamento para promoções dos agentes prisionais previsto para 2022 – ministra da Justiça

Cidade da Praia, 18 Jun (Inforpress) – A ministra da Justiça, Joana Rosa, disse hoje que o Orçamento de Estado para 2022 irá criar as condições para que haja promoções a nível dos agentes prisionais, assim como resolver outras pendências e reivindicações.

Joana Rosa fez esta declaração à imprensa, à margem da visita que realizou hoje à cadeia central da Praia, cujo objectivo foi inteirar-se do funcionamento da instituição.

Conforme informou, após assumir a pasta da Justiça, recebeu em audiência a Associação dos Agentes Prisionais, em que foram discutidas questões relacionadas com o congelamento de promoções dos profissionais da classe.

Nesta linha, indicou que o orçamento de 2022 vai criar condições para que haja promoções a nível das cadeias, assim como o sistema de pagamentos de horas extras e outras reivindicações.

“Vamos, aos poucos, criar as condições porque temos limitações orçamentais, este ano, por exemplo, as verbas de promoção foram cativadas, por isso, aguardamos para o próximo ano”, assinalou.

Além disso, a governante reiterou que é preciso também motivar os agentes para que possam desempenhar cada vez melhor a sua função e apresentar bons resultados.

“Um bom engajamento é um bom caminho para bons resultados. Da nossa parte vamos criar toda a motivação necessária”, sublinhou.

Por outro lado, Joana Rosa anunciou que há um projecto para uma escola de formação jurídica e judiciária, que será tanto para os magistrados, oficiais de justiça, conservadores e notários, mas também para os agentes prisionais.

De acordo com a ministra, será um investimento que o Governo vai fazer no próximo ano criando as condições de formação no sector.

HR/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos