Onze candidatos participam do Míster São Vicente apelando à prevenção do cancro da próstata (c/áudio)

Mindelo, 14 Jun (Inforpress) – A primeira edição do concurso Míster São Vicente acontece a 16 de Julho e vai contar com a participação de onze candidatos, que levam à passarela a bandeira de luta contra o cancro da próstata.

Conforme o promotor Liedson Oliveira avançou à Inforpress, decidiu arregaçar as mangas e realizar este evento, que, como disse, acontece pela primeira vez para “quebrar o ritmo” de haver só concursos para Miss São Vicente e depois Miss Cabo Verde.

“Também para dar aos homens a oportunidade de participar, mostrar a sua beleza, postura e carisma e também de brilhar na passarela”, sublinhou, com a ideia de que o concurso poderá ser um “trampolim” para outros maiores, como o Míster Cabo Verde, que ele mesmo pretende organizar, e, quiçá, o míster internacional.

Liedson Oliveira disse terem sido seleccionados 11 candidatos, dos 18 aos 28 anos, que poderão mostrar as suas potencialidades no dia 16 de Julho próximo, num dos hotéis da cidade do Mindelo.

Entretanto, o evento, segundo a mesma fonte, pretende ainda sensibilizar para o cancro da próstata tendo como público-alvo os homens, com a intenção de os incentivar a fazer o teste de despiste da doença.

“A nossa sociedade tem muitos mitos e tabus, e por isso, já temos feito palestras, tivemos workshops com equipas da Delegacia de Saúde e ao longo dos desfiles, cada um dos momentos terá foco na sensibilização para quebrar os tais mitos e tabus”, explicou o jovem promotor, de apenas 17 anos, que quer assim unir a essência do desfile de moda com esta luta.

E para pôr de pé a primeira edição do Miíster São Vicente disse ter contado com parcerias como da Câmara Municipal de São Vicente, Delegacia de Saúde, boutiques, ginásios e outras entidades, num total de mais de 60 patrocinadores, que o deixaram “orgulhoso” de poder ver o acolhimento recebido pelo certame.

Liedson Oliveira garantiu que os vários apoios se reflectem também na galardoação do candidato vencedor, “muito bem premiado”, com dez mil escudos em dinheiro, fim-de-semana em hotel em Santo Antão, mensalidade de ginásio, kits de boutiques e muitos outros prémios.

Haverá ainda prémios para outras sete categorias e ainda mérito de participação para todos os candidatos.

Não satisfeito, Liedson Oliveira, que disse trabalhar na produção de eventos desde 16 anos, quer também no mês de Novembro organizar o primeiro Míster Cabo Verde, que também deve acontecer em São Vicente, mas, com participação de candidatos de todas as ilhas.

Por isso, afiançou, logo de seguida vai começar a apresentar o projecto às câmaras municipais, que “são normalmente as que mais ajudam” e que, juntamente com outros patrocinadores, podem financiar a vinda dos possíveis candidatos.

Liedson Oliveira espera bem ser sucedido nos dois eventos, porque, mesmo sendo tão novo, acredita que “tudo é possível, independentemente da idade”, desde que haja ajuda.

Por outro lado, afiançou, espera incentivar outros jovens a correr atrás, sem medo de falhar.

“Nunca devemos tentar só uma vez, devemos sim fazer várias e várias vezes, começando do pouco, participando de organizações, até chegar ao nível de organizador”, exortou o jovem, que tem experiências em participação de miss e mister de liceus no Mindelo e miss e mister inter-liceus, Miss São Vicente, Miss Cabo Verde e outros.

LN/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos