ONUDC quer reforçar políticas regionais em Cabo Verde para prevenção do tráfico e uso droga

Cidade da Praia, 24 Mai (Inforpress) – O Escritório das Nações Unidas sobre as Drogas e Crime (UNUDC) quer reforçar políticas regionais em Cabo Verde para prevenção do tráfico e uso drogas, disse hoje o director desta agência para África Ocidental e Central, Amado de Andrés.

O director Regional do Escritório das Nações Unidas sobre as Drogas e Crime para a África Ocidental e Central (ONUDC ROSEN), Amado de Andrés, fez estas declarações à imprensa após ser recebido pelo Presidente da República, José Maria Neves, no âmbito da sua visita a Cabo Verde, que acontece de 23 a 27 de Maio.

“Compartilhamos uma visão sobre a situação do tráfico de drogas na região da África Ocidental, sabemos que em 2008 um summit de ministros da justiça e de interior sobre a situação e como resultado agora há uma possibilidade de realizar uma conferencia de ministros da justiça e de interior em 2023 sobre a questão do trafico das drogas, criminalidade transnacional organizada e terrorismo”, avançou.

Este director regional disse ainda que falou com o Presidente sobre a possibilidade de Cabo Verde, conjuntamente com o Escritório Nacional e Regional das Nações Unidas Contra a Droga e Crime impulsionar esta iniciativa no sentido de trabalhar na prevenção desses crimes.

“Outra questão é a possibilidade de impulsionar o estabelecimento dum observatório regional em Cabo Verde, sobre a questão de abuso de drogas, sabemos que a população jovem, tanto homens como mulheres em Cabo Verde e na região estão incrementando o consumo de drogas”, acrescentou.

Amado de Andrés explicou que o consumo de drogas é uma questão que “preocupa” e “inquieta muito”, defendendo a possibilidade de estabelecer conjuntamente com todos os países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental(CEDEAO) um observatório regional de luta contra as drogas, com vista a gerar políticas regionais de prevenção de abuso às drogas.

“Temos que pensar também em reforçar a relação com outros parceiros: índia, outros parceiros na Ásia, não somente a China, Singapura, Coreia do Sul, América Latina: Colômbia, México, Brasil e também a União Europeia e os países bálticos, porque estes países têm de ser parte da resposta e não do problema”, explicou.

O director Regional da ONUDC ROSEN apontou ainda a escassez de dados estatísticos em relação ao consumo de droga como um “problema”, defendendo a criação do observatório regional sobre o abuso de drogas e de consumo de drogas.

“Na parte de abuso e consumo está claro que precisamos de mais dados estatísticos para ver onde está o problema, por isso falei do observatório regional sobre o abuso de drogas e de consumo de drogas”, frisou

O mesmo informou que na parte da “repressão”, a ONUDC “pensa em fortalecer” a cooperação com o Governo de Cabo Verde, na luta contra a “delinquência marítima”, tráfico de drogas feitos em barcos pesqueiros.

“Estamos falando de dois, três ou quatro toneladas por envio, então temos uma cooperação reforçada com Togo, com os países da costa e Cabo Verde podia converter-se num país-chave neste fortalecimento da cooperação”, disse.

Um outro ponto a ser visto, desta feita com o Governo, tem a ver com um possivel apoio no fortalecimento da investigação forense na luta contra a droga.

“Vemos que as novas substâncias psicoativas e outras drogas mudam de composição bioquímica constantemente e as capacidades forenses são muito importantes neste sentido em Cabo Verde. Outra questão é a digitalização, Cabo Verde junto com Senegal, Costa do Marfim, Quénia e Ilhas Maurícias”, disse.

A ONUDC que ver ainda juntamente com o Governo a possibilidade de apoiar uma absoluta digitalização dos sistemas de comunicação da polícia, também com os juízes e fiscais, assim como um programa que já foi materializado no Quénia, com 27 milhões de euros da Comissão Europeia e da ONUDC no Quénia,  e que, segundo este responsável,  poderia ser interessante para Cabo Verde.
CC/GSF
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos