Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

OMS doa a Cabo Verde equipamentos hospitalares e informáticos para reforçar a luta contra a covid-19

Cidade da Praia, 24 Fev (Inforpress) – A Organização Mundial da Saúde (OMS) entregou hoje ao Ministério da Saúde e Segurança Social equipamentos hospitalares e informáticos para reforçar a luta do país contra a pandemia da covid-19 e apoiar no tratamento.

Durante a cerimónia de entrega, que decorreu esta tarde, na cidade da Praia, o representante da OMS em Cabo Verde, Hernando Agudelo, afirmou que a doação está inserida no âmbito da capacidade de resposta ao novo coronavírus e esta avaliada em mais de 300 mil dólares (cerca de 24 mil contos cabo-verdianos).

Segundo explicou, trata-se de donativos que incluem aparelhos de oxigénio terapia, monitores, reagentes para laboratórios de virologia, computadores portáteis e acessórios que serão distribuídos aos hospitais e estruturas de saúde do País.

Hernando Agudelo avançou que a OMS está a trabalhar no sentido do arquipélago adquirir a vacina no âmbito da iniciativa Covax, e mostrou a total disponibilidade e abertura em continuar a apoiar o Ministério da Saúde.

“Estamos a fazer todos os processos necessários para que a vacina possa chegar a Cabo Vede o mais rápido possível para começar com a campanha de vacinação, que inicialmente irá vacinar as pessoas que estão na linha da frente da covid-19”, referiu.

Por seu turno, o ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, reconheceu a “excelente” cooperação e apoio da OMS, que desde a primeira hora apoiou o país a nível do laboratório, dos recursos humanos e equipamentos, sempre em concertação e necessidades do arquipélago.

“Desde sempre, a OMS e as Nações Unidas têm apoiado os países como Cabo Verde, de forma a reforçar e elevar o nível e a atenção da saúde, e isso tem-se traduzido sobretudo neste período de pandemia, com apoio muito relevantes”, constatou o governante, que disse que além do esforço interno, Cabo Verde tem tido o apoio dos seus parceiros a nível da cooperação multilateral mais também bilateral.

Arlindo do Rosário avançou que brevemente serão anunciadas a chegada das primeiras vacinas no âmbito da plataforma Covax, e assegurou que o Governo está a evidenciar todos os esforços para adquirir mais vacinas, através de outras vias e vacinar 60% da população em menos de 2 anos.

“Não é um problema de financiamento, mas sim de disponibilidade das vacinas que existe a nível mundial”, sublinhou o governante.

AV/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos