OIT considera que Cabo Verde tem adoptado a metodologia recomendada para o estudo do mercado de trabalho

Cidade da Praia, 18 Nov 8Inforpress) – O director de Departamento de Estatística da OIT considerou hoje que Cabo Verde tem adoptado a metodologia recomendada para o estudo do mercado de trabalho no país, sendo um factor útil na definição de políticas para o sector.

Rafael Diez de Medina fez esta observação à imprensa, à margem da abertura da jornada sob o lema «Reforçar o ecossistema de dados, modernizando a produção e a utilização das estatísticas agrícolas: informando políticas com vista a melhorar a resiliência da agricultura, da nutrição e da segurança alimentar em África».

Segundo apontou, Cabo Verde já iniciou a implementação de novos aspectos relacionados ao estudo do mercado de trabalho, tendo em conta a nova realidade que o mundo atravessa.

“Em 2018 houve uma nova resolução que mudou a maneira de medir o desemprego, o emprego e a força de trabalho e acredito foi muito mais útil para a política de decisão, uma vez que torna mais visível aspectos que antes que não se via”, disse o responsável da Organização Mundial do Trabalho (OIT).

Segundo o mesmo, as estatísticas laborais desempenham um papel “bastante importante”, sendo por isso, acrescentou, a OIT, em parceria com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), é responsável por apresentar “a melhor e mais completa” informação do mercado de trabalho para se poder identificar os problemas.

Considerou ainda que a OIT não produz somente a estatística, mas também promove muito o diálogo social, os programas de trabalho decente, que são os trabalhos para políticas de empregos coerentes, abordando os temas do desemprego juvenil e os salários mínimos, entre outros.

“A OIT tem estado activo no campo das novas recomendações, os mercados de trabalho mudam e há alguns anos revisamos alguns aspectos que se debruçam sobre os temas emergentes”, salientou.

O encontro, promovido pelo INE para assinalar o Dia Africano de Estatística, que se comemora hoje, aconteceu com a parceria da OIT.

HR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos