OE’2023: SIACSA diz que parceiros sociais violaram acordo estratégico do reajuste salarial em função da taxa de inflação

Cidade da Praia, 30 Nov (Inforpress) – O Siacsa disse hoje que houve uma falha “muito grande” dos parceiros sociais ao violaram o acordo estratégico em termos do reajuste salarial em função da taxa de inflação, a propósito do Orçamento do Estado para 2023 (OE’2023).

Gilberto Lima fez estas declarações à imprensa à margem da realização de uma sessão de formação e capacitação de delegados e dirigentes sindicais, no âmbito da comemoração do 26º aniversário do Sindicato de Indústria Geral, Alimentação, Construção Civil, Serviços (Siacsa), que aconteceu sob o lema “Trabalho Digno”.

Conforme defendeu, o reajuste salarial em função da taxa de inflação seria a melhor forma e era o mais racional, uma vez que, disse, “só pode ser reposto aquilo que se perdeu”.

“Agora vir dar um aumento salarial como foi feito neste último Conselho de Concertação Social para vigorar em 2023 deixa muito a desejar.  O valor é irrisório, basta ver que uma pessoa que ganha 50 mil escudos terá um valor aumentado em 400 e tal escudos, o que não é nada”, frisou.

Entretanto, entende Gilberto Lima que poder-se-á pedir ao Governo que haja outras compensações para fazer face à perda do poder de compra do trabalhador.

“Aliás, continuará a haver perda do poder de compra, no próximo ano será pior daquilo que estamos a verificar neste momento”, concluiu.

O parlamento aprovou na madrugada de sábado, 26, na globalidade a Proposta de Lei que aprova o Orçamento do Estado para o ano de 2023, com votos favoráveis do Movimento para a Democracia (MpD – poder) e contra do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição) e da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID – oposição).

O Orçamento de Estado para o ano económico 2023 é de 78 milhões de contos, um acréscimo de quatro/cinco por cento (%) em relação ao orçamento vigente de 2022.

Prevê um crescimento económico de 4,8% do Produto Interno Bruto (PIB), esperando-se uma inflação de 3,8% e um estoque da dívida de 133,2% do PIB.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos