Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Obras de requalificação do sítio histórico da Cidade Velha vão arrancar ainda neste trimestre – edil                

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago garantiu hoje que as obras de requalificação do sítio histórico da Cidade Velha vão arrancar ainda neste trimestre e que estão orçadas em cerca de 300 mil contos.

“Neste momento estamos a depender do júri que é composto por alguns ministérios e ordens profissionais que são parceiras da câmara para definir e empresa vencedora que vai realizar todo esse trabalho”, informou Manuel de Pina.

Segundo o autarca, a edilidade está no processo de negociação com o Ministério das Infra-estruturas para ultimar o processo de requalificação do centro da Cidade Velha que, conforme realçou, faz parte de um pacote de “regeneração” dos centros das cidades.

Acrescentou que estão a ultimar o processo de engenharia financeira para suportar a requalificação nas localidades de São Martinho, São Martinho Grande, São João Baptista e Calabaceira.

“Tudo isto está a ser ultimado do ponto de vista dos preparativos para arrancar ainda neste trimestre”, garantiu Manuel de Pina lembrando que a verba para todas as obras de requalificação, incluindo a segunda fase do projecto, ultrapassa os 200 mil contos, uma vez que só para a igreja de Nossa Senhora do Rosário o montante ascende os 50 mil contos.

“Para recuperar os monumentos, os sítios e as infra-estruturas serão necessários mais de 300 mil contos, de modo a dar à Cidade Velha a visibilidade necessária”, conclui Manuel de Pina.

As obras em apreço vão incluir toda a encosta do sítio histórico até à antiga Esplanada Mar e Mar, que está em ruínas, na perspectiva de montar um roteiro turístico que vai do Porto de Santo António até São Brás.

Ao longo do litoral serão construídos miradouros com vistas para o mar, zonas de permanência e de contemplação, bares, parques infantis, pracetas, acessos e zonas verdes.

O projecto foi elaborado pelo Gabinete Técnico da Câmara Municipal e vai ser financiado na sua totalidade pelo Fundo do Turismo.

A perspectiva da autarquia é ter as obras concluídas antes de Junho do próximo ano, altura em que Cidade Velha comemora os 10 anos da sua classificação a Património Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura (UNESCO).

A Cidade Velha é o principal destino turístico-cultural da ilha de Santiago e o terceiro local mais visitado a nível nacional, por cerca de 100 mil pessoas anualmente, na sua maioria estrangeiros.

OM/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos