Obras da nova sede do Banco Central devem iniciar-se em finais de Maio

 

Cidade da Praia,   16 Abr (Inforpress) – As obras de construção da nova sede do Banco de Cabo Verde devem iniciar-se em finais de Maio, anunciou o jornal A  Nação na sua edição desta quinta-feira, 13.

Segundo o semanário,   o empreendimento está orçado em cerca de  dois milhões de contos, que alguns consideram estar  “seguramente desactualizado” cinco anos depois.

A arquitectura deste empreendimento, que depois de concluído vai ser  um dos mais importantes edifícios da Cidade da Praia, é da autoria de Siza Vieira, arquitecto português de renome mundial.

A reportagem do A Nação deixa transparecer que há quem torce o nariz perante tal investimento e chega mesmo a revelar que existem “segmentos muito próximos do Movimento para a Democracia (MpD, no poder) ” que vêm questionando “a pertinência desse avultado investimento”.

“O que choca é que uma instituição pública como o BCV ache por bem gastar na construção da sua sede faraónica cerca de dois milhões de contos, num contexto económico ainda titubeante, investimento cujo impacto real na dinamização da economia é pouco mais do que marginal”, escreve o jornal, citando um dos contestatários.

De acordo com o semanário, o Banco Central desvaloriza as críticas de um grupo “bem identificado” contra o empreendimento, mas que o ministro das Finanças, Olavo Correia, é o “principal apoiante da construção” e conta, para todos os efeitos, com o “aval do primeiro-ministro, Ulisses Correia  e Silva”.

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos