Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Óbito/Mugabe: Ex-Presidente do Zimbabué vai ser sepultado na sua terra natal

Harare, 26 Set (Inforpress) – O ex-Presidente da República do Zimbabué, Robert Mugabe, que morreu em 06 de setembro, será sepultado em Zvimba, local de onde era natural, e não no monumento nacional como anunciado antes, anunciou hoje o Governo zimbabueano.

“A família do falecido antigo Presidente R. G. [Robert Gabriel] Mugabe expressou o seu desejo em avançar com o seu enterro em Zvimba [província de Mashonaland Ocidental]. Em linha com a política do Governo em respeitar os desejos das famílias dos heróis nacionais, o Governo está a cooperar com a família Mugabe”, refere comunicado divulgado pelo Ministério da Informação do país.

“O Governo irá mobilizar todo o apoio necessário para conceder ao falecido antigo Presidente um enterro apropriado, liderado pela família”, acrescenta a nota.

A escolha do local da sepultura de Mugabe gerou controvérsia no país após um desacordo entre Governo e família, com os primeiros a proporem um enterro no monumento reservado aos heróis da nação, e os últimos a preferirem uma cerimónia privada, na terra natal do antigo chefe de Estado.

O Governo do atual Presidente, Emmerson Mnangagwa, defendia que Mugabe fosse sepultado num monumento localizado numa colina e projetado com o apoio de arquitetos da Coreia do Norte, construído em mármore e granito e que ostenta uma estátua de bronze de três guerrilheiros combatentes pela independência.

Mugabe morreu em 06 de setembro em Singapura, aos 95 anos, esteve no poder durante 37 anos e é considerado por muitos como um herói nacional, apesar de décadas de governação que mergulharam o país em grandes dificuldades económicas e com relatos de abusos de poder e violações dos direitos humanos.

O corpo de Mugabe, que faleceu aos 95 anos, chegou a Harare no dia 11 de setembro, tendo sido recebido com honras militares por Emmerson Mnangagwa.
Milhares de pessoas esperavam a chegada do corpo do ex-Presidente. Na tribuna de honra, estava também a viúva, Grace Mugabe.

Devido ao seu estatuto de “herói nacional”, Robert Mugabe deveria ser sepultado no “Campo dos Heróis Nacionais”, em Harare, mas a família e os chefes tradicionais opuseram-se, alegando que o antigo chefe de Estado manifestou vontade de ser enterrado em Zvimba.

Proveniente de Singapura, onde o antigo chefe de Estado esteve em tratamento nos últimos meses, o avião que transportava o corpo de Robert Mugabe aterrou no aeroporto de Harare, que tem o seu nome, ao início da tarde de quarta-feira.

Após o afastamento do poder de Robert Mugabe, as relações do ex-Presidente e da sua família com o seu sucessor, Emmerson Mnangagwa, que qualificam como ‘traidor”, deterioraram-se fortemente.

Esta semana, Mnangagwa anunciou que o seu antecessor sofria de cancro em fase terminal e que os médicos decidiram suspender o tratamento de quimioterapia a Mugabe devido à idade avançada do antigo chefe de Estado.

Inforpress/Lusa/ Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos