Óbito: FCF manifesta pesar pela morte do antigo seleccionador e secretário federativo Djidjé

Cidade da Praia, 30 Dez. (Inforpress) – A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) manifestou o seu pesar pela morte do antigo seleccionador nacional e secretário federativo José João Rezende Fernandes conhecido no mundo de futebol por “Djidjé”, ocorrido esta terça-feira nos EUA.

“Djidjé, uma grande referência do futebol nacional, esteve sempre presente na história do futebol cabo-verdiano, quer enquanto atleta, quer como treinador, quer como dirigente, e nesta qualidade, no exercício da função de Secretário-Geral da FCF”, lê-se na nota de pesar da FCF.

Falecido aos 80 anos, após doença prolongada, “Djidje pertenceu a várias equipas técnicas” da selecção nacional “com destaque para a equipa técnica da primeira selecção nacional de Cabo Verde”.

Referenciado pela FCF como um “um cidadão exemplar, de fino trato, e de muitas virtudes”, Djidé, de acordo com a FCF, deixa ao futebol cabo-verdiano um legado de fair- play, competência, disciplina, e rigor no trabalho”.

A FCF disse ter recebido a noticia da morte de Djidjé “com muita tristeza e consternação”, pelo que apresenta a família enlutada as suas condolências e os mais sinceros pêsames.

Djidjé afirmou-se ainda como jogador e treinador de várias equipas na primeira divisão do regional de Santiago Sul.

SR/JMV

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos