Óbito/Antero Simas: Sociedade Cabo-verdiana de Música manifesta “grande tristeza” e “consternação”

Cidade da Praia, 16 Jun (Inforpress) – A presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM), Solange Cesarovna, disse que a organização recebeu a notícia da morte, hoje nos Estados Unidos da América, do seu sócio fundador, Antero Simas, com “grande tristeza” e “consternação”.

“É com transtorno e com imensurável tristeza profunda que a SCM acaba de receber a notícia da perda de Antero Simas”, começou por dizer Solange Cesarovna, relembrando o malogrado como um “cabo-verdiano exemplar” e, sobretudo, um homem que deu de tudo para que a cultura cabo-verdiana, muito em especial a música pudesse brilhar, com obras de grande qualidade.

A presidente da SCM disse ainda que neste dia de perda gostaria de prestar uma “profunda homenagem” a Antero Simas que foi sócio fundador daquela organização e que, em Abril deste ano, foi distinguido com o Prémio Carreira na primeira gala da Sociedade Cabo-verdiana de Música.

“Em nome de todos os sócios que entregam a família cabo-verdiana de música, gostaria de enviar um sentimento de pesar e um abraço de reconhecimento à família de Antero, que neste momento sofre com esta perda. Também uma palavra para o próprio Antero, porque o seu desaparecimento é apenas físico, viverá para sempre através da inspiração para continuarmos a trabalhar para um Cabo Verde dos nossos sonhos”, acrescentou.

Solange Cesarovna disse ainda ver Antero Simas como uma pessoa que inspirou a todos como um nacionalista, grande homem da cultura, pelo que fica o desafio de continuar a preservar a sua obra, seus valores e a trabalhar também para um Cabo Verde que Antero Simas sonhou.

“Antes de mais e depois de tudo o que nós achamos que é extremamente importante é frisar o contributo do Antero pelo justo reconhecimento e dignidade dos autores e compositores cabo-verdianos durante a sua carreira. Hoje é um dia de luto e perda irreparável. Faremos de tudo para que a obra dele continue viva entre nós”, concluiu.

Antero Simas nasceu na cidade da Praia, em 07 de Outubro de 1952, mas viveu grande parte da sua vida na ilha do Sal e ultimamente, por razões de saúde, estava nos Estados Unidos da América.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos