Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Novo estatuto do Arquivo Nacional poderá ser aprovado no início do próximo ano – presidente

Cidade da Praia, 13 Dez (Inforpress) – O presidente do Arquivo Nacional de Cabo Verde (ANCV), José Maria Borges, destacou hoje a importância do novo estatuto da instituição que poderá ser aprovado em Conselho de Ministros no início do próximo ano.

José Maria Borges, que falava à imprensa à margem do encontro de ‘socialização’ do novo estatuto e proposta de Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do Arquivo Nacional de Cabo Verde, realizado hoje, na cidade da Praia, destacou o consenso por parte dos presentes no encontro.

“Há a necessidade da criação de um novo estatuto para fazer jus a um conjunto de reivindicações”, considerou o presidente do ANCV, que disse entender que “com o novo estatuto seria mais fácil ter o novo PCCS, novo enquadramento dos técnicos e uma estrutura que fosse mais atractiva para os técnicos nessa área”.

Segundo José Maria Borges, uma das propostas mais relevantes é a fusão de duas das três direcções porque a lei exige a criação de uma direcção financeira que não existia e com a criação dessa direcção aumentava o número de direcções do ANCV.

O presidente do ANCV entende que a implementação de um PCCS bem como de um sistema retributivo novos pode atrair e fixar no ANCV um pessoal qualificado e competente, estruturar os cargos em função da qualificação académica e profissional e incentivar a política de formação universitária na área de Arquivos como medida de investimento.

O encontro de socialização do documento enquadra-se nas comemorações do 31º aniversário do ANCV que este ano decorre sob o lema “ANCV (1988-2019) – 31 anos na salvaguarda da memória colectiva da nação cabo-verdiana”.

As iniciativas começaram no dia 2 de Dezembro e vão até os meados do mês de Janeiro.

Para o dia 18, está agendado o workshop “Documentos arquivísticos Memória da Sociedade – A importância da sua preservação”, sob dois painéis, além de uma visita guiada às Oficinas de Restauro e Encadernação e Oficina de Digitalização com demonstração prática.

O Arquivo Nacional de Cabo Verde, fundado a 31 de Dezembro de 1988 pelo decreto número 123/88, com a denominação de Arquivo Histórico Nacional, é uma instituição governamental que tem a função de preservar, organizar e divulgar o património arquivístico cabo-verdiano e é responsável pela gestão e conservação do património arquivístico de Cabo Verde.

A 09 de Dezembro de 2012 o Governo de Cabo Verde aprovou uma nova estrutura orgânica do Ministério da Cultura e a instituição passou a designar-se Arquivo Nacional de Cabo Verde.

CM/HF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos