Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Novo director nacional da Saúde diz que é com “determinação” que assume as novas funções

Cidade da Praia, 06 Nov (Inforpress) – O novo director nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto, disse hoje que é com “determinação” que assume as novas funções, num “momento difícil”  de crise sanitária provocada pela pandemia da covid-19.

Apesar disso, prometeu “não poupar a esforços” para ajudar o País a combater este flagelo que vem assolando o mundo inteiro.

Neste seu primeiro discurso, enquanto director nacional de Saúde, reconheceu que Cabo Verde, desde a independência a esta parte, tem registado “significativos ganhos”  no sector da Saúde, o que, segundo ele, tem também contribuído para que, em 2007, o País fosse elevado à categoria de desenvolvimento médio.

Destacou  a colaboração dos estados amigos no desenvolvimento do sector da Saúde, assim como dos profissionais  de todas as áreas e de todas as gerações que se empenharam em disponibilizar cuidados de saúde às populações.

“É de realçar o importante papel  que a população cabo-verdiana, em geral, e as mães, em particular, têm desempenhado na  promoção da saúde, aderindo massivamente às campanhas de vacinação para debelar as doenças preveníveis pela vacinação”, observou Jorge Noel Barreto, acrescentando que Cabo Verde possui hoje uma rede “satisfatória”  de infra-estruturas sanitárias.

Para ele, a saúde é o bem “mais precioso” que os cabo-verdianos dispõem, pelo que é dever de todos fazer tudo para a preservar, cultivando hábitos “saudáveis” em todas as fases da vida.

Apesar de avanços registados,   apontou, o País tem ainda pela frente “gigantescos desafios”, em decorrência do actual perfil epidemiológico.

Por sua vez, o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, apontou, também, os ganhos obtidos no sector, indicando o Sistema Nacional de Saúde foi posto à prova com a pandemia da covid-19.

Segundo Arlindo do Rosário, a covid-19 coloca Cabo Verde perante tem “difíceis e de incertezas”, pelo que todos devem envolver-se no combate  a esta pandemia.

O governante considerou que a indicação de Jorge Noel Barreto para o cargo de director nacional de Saúde é uma “excelente aposta”, porque conhece “muito bem” o sector.

À data da sua tomada de posse, Jorge Noel Barreto era director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças e tem sido, juntamente com o ex-director nacional de Saúde, o rosto da campanha contra a pandemia de covid-19 em Cabo Verde.

Na hora em que se retirou para a reforma, Artur Correia foi homenageado pelo ministro Arlindo do Rosário, que realçou as suas qualidades profissionais, assim como o seu empenho nos cargos que desempenhou.

Parco em palavras, Artur Correia disse à imprensa que se sentiu “muito emocionado” pela homenagem que lhe foi feita, desejando sucessos ao novo timoneiro da Direcção Nacional da Saúde (DNS), que, conforme comentou, se trata de um “jovem empenhado, competente e engajado” no desempenho das suas funções.

“Estarei sempre disponível para apoiar [Jorge Noel Barreto] na retaguarda”, admitiu Artur Correia, acrescentando que deixa as funções de director nacional da Saúde com o “sentimento do dever cumprido”.

Mostrou-se “disponível” a apoiar o Ministério da Saúde “em tudo que lhe for  possível” para travar “os grandes combates do sector”.

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos