Novo capitão dos Portos de Sotavento define a cooperação institucional como uma das suas prioridades

Cidade da Praia, 27 Jan (Inforpress) – O novo capitão dos Portos de Sotavento, Rui Armando Gonçalves, disse hoje que uma das suas prioridades é criar mecanismos de cooperação com outras instituições, com vista a tirar proveito dos recursos existentes.

Apelou, ainda, às diversas instituições ligadas ao mar a continuarem a cultivar um “forte espírito” de cooperação institucional para melhor servirem o País.

Rui Armando Gonçalves pediu aos que lidam com o mar a exercerem as suas actividades no “respeito pelo princípio da legalidade” porque, disse, também têm a responsabilidade na edificação da segurança marítima em Cabo Verde.

Segundo este responsável, a “extensa área marítima” merece protecção, pelo que o seu papel, enquanto capitão dos Portos de Sotavento, também vai nesse sentido.

Por sua vez, o ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, destacou o percurso profissional e “perfil académico adequado” do ora empossado e, de acordo com as suas palavras, tudo isto contribuiu para que fosse escolhido para o desempenho do cargo.

“Uma autoridade marítima deve ser constituída por pessoas competentes e motivadas”, sublinhou Veiga, lembrando que o arquipélago nunca esteve tão voltado para o mar como tem estado agora.

“Temos que olhar mais para esse mar que nos rodeia em 99% do nosso território”, apontou o ministro, acrescentando que o Governo conta com todos para a construção de uma nova abordagem que permite partilhar “boas práticas” e identificar medidas que garantam a “gestão sustentável” dos mares cabo-verdianos.

Quadro das Forças Armadas de Cabo Verde, o capitão de navio Rui Armando Correia Gonçalves possui uma larga experiência na área e um perfil académico onde se destacam a licenciatura em Ciências Militares Navais pela Escola Naval Portuguesa, uma Pós-Graduação em Gestão Costeira e Recursos do Mar, o Curso de promoção de oficial superior e licenciatura em Direito.

De 2004 a 2010, foi comandante do navio patrulha “Tainha”, de 2010 a 2011, comandante do navio “Vigilante”, de 2012 a 2013, comandante do navio Patrulha “Guardião”, de 2013 a 2014, director de Operações da Guarda Costeira, e, nos últimos anos, comandante da Esquadrilha Naval.

LC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos