Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Novo administrador da Inforpress elege a sustentabilidade financeira como desafio maior da sua gestão

Cidade da Praia, 14 Set (Inforpress) – O novo administrador da Agência Cabo-verdiana de Noticias (Inforpress), José Vaz Furtado, elege a sustentabilidade financeira como desafio maior da sua gestão, e aponta como uma das vias a mobilização de receitas através da comercialização dos conteúdos.

José Vaz Furtado que assumiu hoje as funções de administrador único da Inforpress, afirma que num momento de crise, quase que endémica no sector, é preciso encontrar outras fontes de financiamento e não depender unicamente da subvenção do Estado.

“A Agência de Notícia presta um serviço público e esse serviço público é subvencionado pelo Estado. Mas entendemos que a Inforpress deve também procurar mobilizar receitas próprias, através de comercialização dos conteúdos, desenvolvendo estratégias para também aliviar o Estado”, disse.

Para tal vai apostar na qualidade e diversificação dos produtos para atrair os potenciais clientes, apostar em pacotes de vendas de notícias aos jornais, em produtos noticiosos segmentados tematicamente em função da procura por parte dos clientes e venda de produtos directamente aos novos distribuidores dos media como o Facebook e o Google.

“Hoje a lógica é de que nenhuma agência de notícias pode aspirar ter audiência e relevância se não tiver previamente trabalhado a sua posição no ecossistema digital. E é aqui que a Inforpress deve actuar. Estudos da Pew Research Center mostram que mais de 30% dos americanos e 39% dos europeus obtém as suas notícias via facebook”, exemplificou.

E com vista a qualificar e acelerar a produção de conteúdos conta ainda apostar na qualificação e pluri-especialização dos jornalistas, na integração de inovações tecnológicas que permitam agilizar o trabalho e construir a notícia de forma atempada.

“O objectivo é chegar primeiro. Algumas agências de notícias já começaram a integrar estratégias e sistemas de algoritmos que permitem chegar ainda com maior celeridade a tudo o que acontece de mais relevante nas redes sociais, bem antes dos jornalistas destacados para essa procura”, exemplificou apontando ainda para o sistema de conversão automática de discurso de textos.

O novo administrador da Agência Cabo-verdiana de Noticias entende que tal como as outras agências de notícias a Inforpress deve marcar a sua posição no mercado, combatendo as grandes exigências que são resultantes das rápidas transições tecnológicas, mas preservando a sua singularidade e estabelecendo diferenças necessárias com os novos competidores.

“A Inforpress deve explorar a sua singularidade e fazer uso dela por forma a criar e adicionar valor aos seus produtos tradicionais. A sua presença na internet deve servir para melhorar a marcar e o seu know-how associado”, indicou.

Actualmente para além de textos a Inforpress disponibiliza conteúdos multimídia como áudios e vídeos.

O novo administrador elege como prioridade a criação de um novo website com muito mais capacidade que permita o desenvolvimento e distribuição de mais novos produtos.

José Vaz Furtado substitui Jacqueline Carvalho, que vinha desempenhando a função de gestora desde 2017.

Licenciado em jornalismo pelo Instituto Politécnico de Lisboa, José Vaz Furtado é também mestre em Políticas Públicas e Administração e doutorando em Território, Risco e Políticas Públicas.

Já desempenhou as funções da assessoria de comunicação da Agência Reguladora Multissectorial de Economia, secretário-geral do Instituto da Democracia e Desenvolvimento, entre outras.

MJB/HF

Inforpress/fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos