Nova equipa da Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico quer apostar na formação e capacitação dos membros

Cidade da Praia, 24 Nov (Inforpress) – O promotor da Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico, empossado hoje, apontou a aposta na formação e capacitação dos dirigentes e escuteiros como uma das acções prioritárias que a nova equipa quer desenvolver nos próximos quatro anos.

Constantino Semedo falava em declarações à Inforpress, à margem da quinta reunião do Conselho Nacional dos Escuteiros Católicos Cabo-verdianos (CEC-CV), realizada este domingo na Cidade da Praia, que culminou com a realização das eleições da Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico e Junta Diocesana.

Conforme avançou, a nova equipa da Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico já tem previsto uma serie de acções e propostas para realizar nos próximos tempos, mostrando-se confiante que os objectivos delineados serão alcançados.

Além da aposta na formação e capacitação dos dirigentes e escuteiros, explicou que a Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico irá de igual modo trabalhar para melhorar a comunicação e garantir a sustentabilidade financeira de forma a garantir sua melhor organização.

“Dentro do pacote da formação, que será baseada dentro da metodologia do escutismo queremos implementar um projecto educativo e dotar os dirigentes e escuteiros de instrumentos necessários para o melhor exercício das suas tarefas”, disse, ajuntando que pretendem criar um sistema de base de dados onde estarão todas as informações necessárias.

O próximo passo da Junta Nacional do Corpo Escutismo Católico após o empossamento, segundo este responsável, será a realização do recenseamento, para actualização do número de escuteiros, dirigentes e agrupamentos existentes a nível nacional.

Apontou por outro lado, a organização e disciplina como maiores desafios a serem ultrapassados, isto porque, sustentou, a formação de jovens organizados e disciplinados é importante para a construção e desenvolvimento da sociedade cabo-verdiana.

Por seu turno, o cardeal Dom Arlindo Furtado considerou a realização das eleições Junta Nacional e a tomada de posse a Junta Diocesana como momento muito especial para o Escutismo Católico cabo-verdiano.

Dom Arlindo Furtado reconheceu o empenho de todos os responsáveis envolvidos para a realização das eleições, ajuntando que a entrega e responsabilidade dos mesmos permitiu conduzir o barco dos escuteiros cabo-verdianos a bom porto.

“Este será o porto de chegada como também será um ponto de novas partilhas, agradeço a todos, estão de parabéns porque lutaram pela causa do nosso movimento e de agora em diante estaremos melhor organizados e estruturados para dar passos de qualidade”, concluiu.

CM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos