Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

NOSi e POINT Systems da Hungria assinam parceria a nível infra-estruturas, gestão de identidade e capacitação

Cidade da Praia, 09 Jun (Inforpress) – O Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi) e a empresa húngara POINT Systems, assinaram hoje, na Cidade da Praia, um memorando de entendimento a nível da melhoria de infra-estruturas, gestão de identidade e capacitação.

Em declarações à imprensa, após a assinatura do documento, o presidente do Conselho de Administração do NOSi, Carlos Tavares Pina, considerou que se trata de uma nova oportunidade da instituição para diversificar as suas parcerias estratégicas, sendo a Hungria um país muito avançado a nível de ciência e tecnologia.

“O POINT Systems é uma empresa com uma larga experiência a nível de infra-estruturas, soluções de Data Center, de Cyber Segurança, certificação, bem como a identidade e autenticação digital”, precisou Carlos Tavares Pina, apontando que de entre essas valências o NOSi vai priorizar a capacitação.

De acordo com o responsável, no âmbito do programa NOSi-Academia pretende-se com este memorando criar oportunidades de inserir os jovens cabo-verdianos em novos mercados, principalmente nos países da África Ocidental, onde a empresa húngara tem representações.

A assinatura deste protocolo de cooperação,  segundo Carlos Tavares Pina, vai ser também uma forma de a empresa cabo-verdiana fazer parcerias com outros países da Europa Central e do Leste, “que têm países que são líderes a nível do digital”.

O presidente do NOSi informou, ainda, que o memorando assinado tem aplicação “imediata”, sendo que doravante vão ser exploradas as soluções de financiamento e eventuais linhas de crédito para que, juntamente com o Governo, essa parceria seja materializada.

Por sua vez, o CEO do POINT Systems, László Kovács, disse que com essa parceria a empresa vai “crescer mais ainda” em África, dado que Cabo Verde tem instalado todas as condições a nível digital.

László Kovács adiantou que com esse protocolo a empresa  vai trazer novas tecnologias para Cabo Verde, ajudar o Data Center na questão da certificação, na formação dos jovens cabo-verdianos.

Avançou ainda que vai se aproveitar o acordo já existente entre os dois países no sector da educação para levar jovens cabo-verdianos para estudar na Hungria.

OM/HF

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos