Níger reivindica ter morto 57 milicianos do Boko Haram

Niamey, 11 Abr (Inforpress) – O Ministério da Defesa do Níger reivindicou que as forças de segurança do país mataram, pelo menos, 57 milicianos do grupo Boko Haram, que tinham atacado uma localidade na região ocidental de Diffa, durante a noite.

Fonte do Ministério informou que na segunda-feira 15 soldados e dois feridos tinham ficado feridos em combates com estes milicianos, em Gueskerou, a cerca de 30 quilómetros de Diffa, perto da fronteira com a Nigéria.

As forças nigerinas também apreenderam uma quantidade significativa de armas e munições abandonadas pelos milicianos.

O porta-voz, coronel Toure Abdoul Aziz, afirmou que o Ministério da Defesa, em nome do presidente, deu os parabéns às forças de segurança pelos ganhos que têm conseguido contra os extremistas do Boko Haram, cuja insurgência já provocou, ao longo de sete anos, a morte a pelo menos 20 mil pessoas.

O Níger é um dos Estados que contribui para a força multinacional criada para combater o Boko Haram na região.

Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos