Naturais de São Nicolau prometem “Saniclau na Praia”com leque diversificado de actividades

 

Cidade da Praia, 12 Abr (Inforpress) –  Um grupo de sanicolauenses residentes na Cidade da Praia pretende realizar um conjunto de actividades nos próximos dias 27, 28 e 29, sob o lema “Saniclau na Praia”, visando promover a cultura da ilha.

Em conferência de imprensa, hoje, na Cidade da Praia, um dos membros da organização, Severino Almeida, avançou que o objectivo do evento, que vai ser realizado durante três dias nos diferentes palcos e salas da cidade capital, será divulgar a realidade de São Nicolau do ponto de vista cultural e humano, num momento de partilha com os “amigos da Praia”.

Com esta actividade, a organização deseja concretizar, “num futuro próximo”, uma associação em nome dos “filhos de São Nicolau” para trabalhar estritamente no desenvolvimento da ilha de Chiquinho.

“Será uma associação composto por filhos de São Nicolau nas diversas localidades do país e na diáspora, sem objectivos segundos, que não sejam a ilha”, considerou a mesma fonte, que indicou a associação não terá fins políticos, mas sim, servir a ilha.

O programa proposto principia, segundo Severino Almeida, com um fórum denominado “Mais por São Nicolau”, dividido em dois painéis, o “Processo de construção identitária” e “O caminho para o desenvolvimento sustentável de São Nicolau”.

No mesmo dia, o Palácio da Cultura Ildo Lobo vai receber uma exposição/venda de livros e artesanato típico de São Nicolau e a rua pedonal será palco de uma tocatina à moda da ilha.

Para o segundo dia, 28, a ilha vai ser apresentada no Auditório Nacional da Praia com uma gala cultural demonstrações da realidade de São Nicolau, com música tradicional (contradança e mazurca) e teatro.

No último dia do evento, 29, a pracinha da Escola Grande vai receber uma feira de produtos de São Nicolau, entre eles farinha d`pau, grogue e atum, mas também artesanato típico de ilha, sanjon de Praia Branca, exibição de documentário e baile popular, entre outros.

Por outro lado, este representante enalteceu a adesão dos descendentes da ilha, com uma “contribuição significante” para “alavancar a cultura e a economia local”.

Questionados sobre o montante para pôr de pé e actividade, Severino Almeida disse que ultrapassa os mil contos.

Para além das actividades de carácter académico-cultural, a comissão pretende ainda prestar uma “singela homenagem” a algumas personalidades de São Nicolau que viveram ou vivem na Cidade da Praia, pela sua “dedicação e desempenho” tanto a nível profissional, artístico-cultural ou como simples cidadãos.

A comissão organizadora inclui os nomes de Severino Almeida, Baltazar Neves, Fernanda Soares, Maria da Graça, Lourenço Gomes e Fernando Jorge.

AF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos