Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Nações Unidas felicita Cabo Verde pela atenção que tem dado às políticas de integração da comunidade imigrante

Cidade da Praia, 23 Set (Inforpress) – A coordenadora do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde felicitou hoje o Governo pela atenção que tem dado às políticas de integração da comunidade imigrante e por se disponibilizar para debater os Indicadores de Governança da Migração.

Ana Graça teceu essas considerações no acto da abertura da reunião intersectorial de alto nível para a apresentação da consulta e validação dos Indicadores de Governança da Migração (IGM) em Cabo Verde, um documento que irá ajudar o País a entender melhor as políticas de “migração bem geridas” na prática.

Segundo aquela representante das Nações Unidas em Cabo Verde, os IGM surgem em resposta à adopção da agenda 20/30, em 2015, onde pela primeira vez as migrações e migrantes são tratados como pessoas com contributo essencial para reduzir a desigualdade entre e dentro dos próprios países.

“A pandemia da covid-19 sublinhou fragilidades no mundo, com impacto a todos os níveis e, em particular, nas comunidades mais vulneráveis onde os migrantes estão incluídos na maioria das vezes, pelo que a recuperação desta crise é uma oportunidade para se fazer melhor”, disse, sustentando que sair desta crise exigirá uma abordagem integrada de toda a sociedade e instituições orientadas para uma maior solidariedade.

Para isso, sublinhou, os Indicadores de Governança da Migração são um instrumento único e abrangente para ajudar os países a identificarem boas práticas e áreas a serem melhoradas para novas estratégias que asseguram que nenhum migrante seja deixado para trás.

A Secretária Adjunta Interna dos Escritórios dos EUA para População, Refugiados e Migrações, Carol Thompson O’Connell, na sua comunicação começou por focar nos laços de amizade e histórico existente entre os dois países, para depois aplaudir os esforços de Cabo Verde em fazer a validação de migrações durante a pandemia covid-19.

“Ao optar por levar a cabo uma avaliação pela IGM, Cabo Verde está a avaliar audaciosamente as suas competências e capacidades, harmonizando-se desta forma com 90 normas reconhecidas internacionalmente”, disse.

O director Geral da Organização Internacional das Migrações (OIM), António Vitorino, realçou a importância da existência de uma organização para o desenvolvimento económico e social voltado para os migrantes, encorajou o Governo e as entidades responsáveis pelas boas práticas migratórias.

Durante a apresentação da consulta e validação dos IGM foram debatidos temas como a adesão às normas internacionais e o respeito pelos direitos dos migrantes, parcerias para lidar com a migração e questões relacionadas, melhoramento do bem-estar socioeconómico dos migrantes na sociedade, entre outros.

PC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos