Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Nações Unidas deverão financiar requalificação do Gabinete Fogo/Brava e instalação de um laboratório

São Filipe, 02 Fev (Inforpress) – O escritório conjunto do sistema das Nações Unidas em Cabo Verde deverá financiar a requalificação das instalações do Gabinete Fogo/Brava e criar as condições para instalação de um laboratório para análise e certificação dos produtos da região.

Esta possibilidade foi analisada durante a visita que o chefe do escritório conjunto do sistema das Nações Unidas, Steven Ursino, efectuou às instalações do Gabinete Fogo/Brava.

A intervenção, segundo explicou,  enquadra-se num projecto que esta instituição tem com todos os municípios, conhecido como programa das plataformas para desenvolvimento local, observando que inicialmente tinha um projecto de desenvolvimento regional, mas depois chegou-se à conclusão de que seria melhor realizar um projecto com “impacto maior” na região.

“Vamos desenvolver,  neste âmbito,  a requalificação do espaço do Gabinete Fogo/Brava e criar as condições para que se instale, neste espaço, um laboratório para cobrir todos os municípios da região para aumentar a qualidade e produção de queijo, vinho e outros, e, ter uma instituição que certifique a produção local e expandir a imagem e a marca da produção local, tanto a nível nacional como internacional”, salientou.

O chefe do escritório conjunto do sistema das Nações Unidas deslocou-se ao Fogo juntamente com responsáveis de outras instituições, nomeadamente do ministro da Família e Inclusão Social, para o encerramento da agenda 2020 das mulheres líderes do Fogo, e aproveitou para visitar as actividades em curso no quadro da plataforma local do município de São Filipe.

O programa, além das instituições do sistema das Nações Unidas, conta com a parceria da Cooperação Luxemburguesa.

A associação intermunicipal Fogo/Brava deve preparar uma planificação das actividades que pretendem implementar para ajudar na programação do financiamento por parte das entidades referiu Steven Ursino, sublinhando que o financiamento da reabilitação do espaço faz parte de um projecto regional para trazer “mais dignidade2 ao espaço, instalar uma agência de qualidade e aumentar a produção dos produtos locais.

Neste momento, a Associação Intermunicipal Fogo e Brava está a trabalhar dois projectos, sendo um de reestruturação do gabinete, que passa pela reestruturação do espaço, aquisição de equipamentos para departamentos a serem criados, nomeadamente de topografia e outros.

Há um segundo projecto que consiste na aquisição de duas câmaras de cura e meia cura para as duas unidades semi-industrial de produção de queijo, de Cutelo Capado e da Suifogo, e instalação de um laboratório de análise de qualidade de vinho e outros produtos, que ficará instalado no espaço de gabinete Fogo/Brava, que servirá às adegas da ilha.

A ideia neste momento é de adaptar os espaços existentes no Gabinete Fogo/Brava para instalar o laboratório.

Quer a reestruturação do gabinete como a aquisição das câmaras para cura e meia cura de queijos e instalação do laboratório de análise enquadra-se no âmbito do Programa das Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objectivos 2030 em Cabo Verde gerido pela unidade de desenvolvimento local do Ministério das Finanças e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e financiado pelo Grão-Ducado do Luxemburgo.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos