Músico maiense Adê lança nas plataformas digitais  seu novo single intitulado “Karabiloke”

Cidade da Praia, 18 Out (Inforpress) – o músico maense, Adê, após três anos do lançamento do seu primeiro álbum “Branku na Pretu”, disponibilizou hoje em todas as plataformas digitais, seu novo single intitulado “Karabiloke”, que faz parte do seu novo álbum, “Hello Cabo Verde”.

Conforme nota de imprensa enviada à inforpress, o artista revelou que a música é uma composição do Tibau Tavares e conta com a participação “especial” do atual guitarrista do renomado cantor espanhol Alejandro Sanz, Pau Figueres.

O artista explicou que “Karabiloke” representa uma das composições que inauguram uma “nova etapa da música cabo-verdiana”. “Uma composição do renomado músico Tibau Tavares, que no seu conhecido “jeito de fazer”, restitui as vivências, as emoções e a quotidianidade das nossas cenas”, frisou.

“Karabiloke”, elucidou o maense, é uma fotografia das dinâmicas vivenciais das famílias rurais e relata a história de um menino que fica sozinho em casa e recebe uma tarefa doméstica da mãe, mas ansioso em brincar.

“A gestão entre lúdico e a recreação e as responsabilidades domésticas é um dos maiores desafios da quotidianidade dos meninos rurais”, declarou.

O compositor Tibau, conforme revelou Adê, se inspirou em sua própria história de vida para escrever essa letra. “Todas as quintas-feiras, as nossas mães saíam para as reuniões da igreja e nós tínhamos como dever vigiar a lenha para o fogo não apagar e acrescentar água à panela quando necessário. Como crianças, ao invés de cumprir as tarefas que nos eram incumbidas, nós saíamos para brincar”, disse.

Adê afirma que Tibau constitui uma das suas ”maiores influências” no meio musical. “Para mim, ele é uma referência tanto local, porque também é da minha ilha, quanto internacional. Tibau foi uma pessoa crucial na minha transformação como artista e contribuiu para o meu posicionamento no mercado de música cabo-verdiana atual, focando no desenvolvimento da minha identidade”.

“Cantar essa letra escrita por ele foi uma responsabilidade enorme, mas também uma grande honra” comentou o músico salientando que o compositor lhe deu “total” liberdade para trabalhar essa canção e ele tentou fazer exatamente o que Tibau disse: “dar a ela autenticidade”.

Concernente ao “novo álbum”, segundo a nota, Adê “comprova a sua eterna busca à terra prometida dos nossos emigrantes, Cabo Verde, revisitando melodias e embalos das suas raízes em fusão com as suas atuais influências.

O projecto conta com nove faixas que traduzem a música tradicional cabo-verdiana mesclada com um estilo contemporâneo, com forte presença da música afro-brasileira e da África Continental e será lançado no primeiro trimestre de 2021.

Porém, ainda em 2020, Adê pretende lançar mais dois singles, um deles, em parceria com uma “grande voz” feminina da nova geração de músicos cabo-verdianos, cujo nome mantém em segredo.

TC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos