Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

Música: “Wake up Now” é o segundo ‘single’ da cantora cabo-verdiana Sandra Horta

Cidade da Praia, 28 Jul (Inforpress) – A artista cabo-verdiana Sandra Horta já tem disponível nas plataformas digitais o seu segundo “single” e videoclipe, intitulado “Wake up Now” (acorde agora).

Este novo ‘single’, conforme revelou a cantora na página nas redes sociais, chama a atenção para a educação que se está a dar às crianças, “muitas vezes baseada numa excessiva valorização do material e das aparências, em detrimento dos valores e da nossa essência enquanto seres humanos”.

“As crianças não nascem a discriminar, não nascem se sentindo superiores a outra, e, acima de tudo, não nascem a valorizar coisas materiais. Tudo isso lhes é ensinado. Assim, o apelo é para que se acorde agora para o panorama actual e para que se ensine às crianças o real valor das coisas, para que a nova geração e o futuro sejam diferentes”, lê-se na publicação.

“Wake up Now” foi escrito por Sandra Horta e Thai Smith, com a produção do conceituado músico senegalês, nomeado a um Grammy, entretanto falecido, Habib Faye.

Este é o segundo ‘single’ da artista que, em 2015, lançou o tema “Seca”, da autoria de Tibau Tavares e com produção musical de Hernani Almeida. O tema, resultante de várias vivências, influências e ritmos, retrata o panorama de um país e do seu povo em tempo de seca.

Sandra Horta é natural da ilha de Santiago, onde iniciou o seu percurso na área musical ainda na infância, quando aprendeu as bases do canto e de instrumentos como a flauta e o violão.

Aos 18 anos, participou no projecto “Verão 2000”, com o tema “Still the One” e durante o período em que estudou em Portugal, integrou vários grupos musicais estudantis, tendo participado em eventos em várias cidades portuguesas para a comunidade estudantil e não só.

No seu currículo constam participações em concertos com conceituados artistas cabo-verdianos, em países como Cabo Verde, Angola, Portugal e França.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos