Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Museu Virtual da Lusofonia apresenta 45 exposições sobre países de língua portuguesa

Cidade da Praia, 08 Set (Inforpress) – O Museu Virtual da Lusofonia, criado pelo Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho em Braga (Portugal), apresenta 45 exposições virtuais multimídia sobre os países de língua portuguesa.

Em nota de imprensa enviada hoje à Inforpress, a Universidade explicou que com este projecto lançado na plataforma Google Arts & Culture, no passado dia 04, é possível fazer uma viagem pela cultura e pela história dos países falantes do português.

O Museu conta com 45 exposições virtuais multimídia, 256 obras de arte, 112 fotografias, 98 programas de rádio, 19 filmes e dois documentários que remetem aos países de língua portuguesa.

A iniciativa mostra o universo da arte e a cultura dos países lusófonos, abrangendo Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, estendendo-se às regiões de Galiza (Espanha) e Macau (China).

Em destaques no museu estão a exposição “Cimentar Ligações: Uma narrativa através da imagem”, de Angola, Tiradentes: Um sopro do Norte de Portugal no Brasil”, do Brasil, “Bairro Aeroporto em Maputo: vida, arte e representação”, de Moçambique, “Cartões Postais Ilustrados” e “Um olhar sobre o cinema mudo em Portugal”, de Portugal, entre outros.

A exposição “Uma viagem literária e musical através da língua portuguesa” apresenta o álbum “Canções para Abreviar Distâncias”, que transporta as pessoas para uma viagem literária e musical através da língua portuguesa pelos artistas brasileiros Isabella Bretz (cantora), Rodrigo Lana (pianista) e Matheus Félix (violinista e bandolinista).

O trabalho inclui oito poemas musicados, de um autor de um país falante de língua portuguesa, nomeadamente Adélia Prado (Brasil), José Luís Peixoto (Portugal), Mia Couto, (Moçambique), Conceição Lima (São Tomé e Príncipe), Vera Duarte Pina (Cabo Verde), Odete Semedo (Guiné-Bissau) Ana Paula Tavares (Angola) e Crisódio T. Araújo (Timor-Leste).

O Museu Virtual da Lusofonia foi criado pela Universidade do Minho, em 2017, fruto de um projecto para lançar uma plataforma de cooperação artística e cultural que pudesse abranger o espaço físico e virtual da língua portuguesa.

Actualmente é composto por uma equipa de profissionais da educação, agentes culturais e artísticos, jornalistas, profissionais da comunicação social, historiadores, sociólogos, políticos e investigadores de comunicação que realizam o levantamento e análise de todas as obras expostas.

AM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos