Município da Praia: Autarquia estende plano de emergência da época da chuva para optimizar  o combate ao paludismo

 

Cidade da Praia, 08 Nov (Inforpress) – O edil da Praia disse hoje, que devido ao aumento de número de casos de paludismo, foram obrigados a estender o plano de emergência da época da chuva até Dezembro, visando um maior combate ao surto que assolou a capital.

Óscar Santos fez este anúncio em declarações hoje à imprensa, à margem da IV sessão ordinária da Assembleia Municipal da Praia, onde os eleitos municipais manifestaram alguma preocupação com o aumento de casos de paludismo no concelho da Praia e pediram mais estratégias e investimentos para a erradicação dessa doença.

Segundo o autarca, esta luta exige intervenções por parte das famílias em casa, do Governo e da Câmara Municipal, pois, todos estão interessados em combater o paludismo.

Da parte da câmara, disse que desde Abril estão a trabalhar no plano de emergência das chuvas e que devido ao aumento de casos de paludismo foram obrigados a estende-lo até Dezembro, aumentado o orçamento da autarquia em 38 mil contos adicionais só para combater o paludismo.

Conforme indicou, até este momento já demoliram mais de 150 pardieiros na capital, têm vindo a realizar campanhas de limpeza, praticamente todos os sábados e domingos, e ainda estão a investir fortemente no ambiente com a realização de obras de drenagens de água nas localidades de Fonton, Fundo Calabaceira, Alto Safende, Pensamento e encosta de Pensamento, Lém Ferreira e Moinho.

“Obviamente que o paludismo está a crescer e é nossa preocupação. Estou consciente de que estamos no caminho certo e cedo ou tarde vamos ter capacidade ou condições de eliminar completamente o paludismo na Cidade da Praia”, afirmou.

Até este momento, o país já registou 425 casos de paludismo dos quais há a lamentar dois óbitos.

AM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos