Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

MpD diz que o País está bem e garante que Cabo Verde terá “boas novas” nos próximos dias

Cidade da Praia, 26 Jul (Inforpress) – O Movimento para a Democracia (MpD, poder) disse hoje que Cabo Verde terá boas novas, proximamente, citando como exemplos a retoma dos voos da Cabo Verde Airlines para São Vicente, as ligações inter-ilhas e “avultados” investimentos em Santiago Norte.

Em conferência de imprensa para o balanço das jornadas descentralizadas, que antecedem ao debate sobre o estado da Nação, a deputada do MpD pelo círculo de Santiago Norte, Anilda Tavares, avançou que durante o debate do estado da Nação o primeiro-ministro vai apresentar outras boas novas para os cabo-verdianos.

Instada sobre o facto de a retoma dos voos para São Vicente acontecer após manifestação na ilha, a deputada “frisou que o povo sempre tem força” e que se deve encarar as manifestações “de uma forma democrática”.

Entretanto, fez questão de sublinhar que há muito que a decisão de retomar os voos estava a ser equacionada pelo Governo.

“Todos sabemos da situação que encontramos na TACV, entretanto aos poucos vai-se resolvendo os problemas, e esta questão de São Vicente estava sobre a mesa à espera de uma oportunidade para também ser resolvido”, disse reconhecendo, entretanto, que a questão da retoma dos voos está em estudo, mas espera que seja resolvida.

Sobre a região de Santiago Norte, a eleita do MpD referiu que essa região “tem os piores indicadores do país”, mas que “é uma situação que vem dos vários governos”.

Conforme realçou, apesar das suas potencialidades na agricultura, na pecuária, na pesca turismo “é uma região das mais pobres” e por isso, “tem que se pensar o que fazer para o tirar do marasmo”.

Além dos “avultados investimentos” na agricultura, na pecuária, na água e no desencravamento das localidades que, conforme disse já foram realizados, a deputada Anilda Tavares informou que o executivo tem agendado a realização de um Fórum de Desenvolvimento Privado com objectivo de garantir financiamento para projectos privados sustentáveis na região, nos diversos domínios.

No concernente ao estado da Nação, Anilda Tavares afirma que o País está bem lembrando que o actual Governo está em exercício há apenas três anos e que “herdou situações e dossiês difíceis para serem resolvidos”.

“Não é apenas em três anos de governação é que se vai resolver todos problemas herdados”, enfatizou.

Por outro lado, admitiu que existem problemas no mundo rural decorrente dos dois aos de seca, mas realçou que o Governo implementou um plano de emergência a tempo e que se não fosse esse plano “a situação seria de longe pior daquilo que existe hoje”.

CD/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos