MpD contraria declarações da líder do PAICV que colocam em causa dados do INE

Cidade da Praia, 07 Jan (Inforpress) – O secretário-geral do Movimento para a Democracia (MpD – poder), Miguel Monteiro, contrariou hoje as acusações da líder do PAICV (oposição) que colocou em causa dados apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativamente ao emprego.

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, pôs em causa, segunda-feira, os “indicadores e ganhos” da governação de 2019, e contestou a taxa de desemprego actual avaliada em 10,7%, por entender que o Governo não informa o país em que ilhas ou municípios foram gerados esses “supostos empregos e, muito menos, sectores e actividades”.

“Mas o cúmulo foi ter colocado em causa os dados apresentados pelo INE, relativamente ao emprego, dizendo que os estágios profissionais não são emprego”, notou Miguel Monteiro em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, convocada para repor a “verdade dos factos”.

Para o dirigente do MpD, no entender da líder do principal partido da oposição, o Governo não deveria ter uma política de estágios profissionais e de formação profissional, quando, segundo ele, a falta de experiência e de formação são os dois grandes constrangimentos levantados pelos jovens no acesso ao emprego.

Em relação à acusação de que os ganhos estão concentrados num grupo próximo ao poder, o secretário-geral do MpD refutou, garantindo que o “pilar social” absorve a maior parte do Orçamento do Estado.

Para isso, justificou apontando que a massa salarial aumentou em 10% de 2016 a 2019 e que houve uma diminuição da taxa de desemprego dos 12,2% para 10%, apesar do mau ano agrícola.

Acrescentou que houve aumento em 11.300 do número de cabo-verdianos empregados e a diminuição da taxa de desemprego jovem dos 15 aos 24 anos, passando de 27,8% em 2018 para 25,7%.

“É claro que todas estas boas novas preocupam a chefe da oposição, porque mostram que estamos no bom caminho”, notou Miguel Monteiro, apelando à presidente do PAICV que deixe esse permanente estado de negação.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos