Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

“Movimento Korda Cabo Verde”: Manifestantes indignados porque o Presidente disse que não sabia da iniciativa

Cidade da Praia, 05 Jul (Inforpress) – Os promotores e participantes da manifestação organizada hoje pelo “Movimento Korda Cabo Verde” na Cidade da Praia, ficaram “desapontados” ao serem informados que o Presidente da República terá dito que desconhecia esse evento.

O “Movimento Korda Cabo Verde”, grupo criado recentemente na Cidade da Praia por jovens, programou para esta quinta-feira na capital do País, uma manifestação para assinalar os 43 anos da Independência Nacional e reclamar, segundo dizem, contra “negligência e mortes por falta de socorro” no País.

Os manifestantes já se encontravam estacionados em frente do Palácio da Assembleia Nacional, onde decorria a sessão solene alusiva aos 43 anos da Independência Nacional, quando tiveram essa informação e ficaram ainda mais “desapontados” ao  perceberam que afinal os membros do governo e os convidados à sessão solene iam deixar o local saindo pelas traseiras do palácio, eventualmente uma estratégia montada pelas autoridades por razões de segurança, pois, havia um forte aparato da polícia a circundar o local.

Reagindo de imediato à situação, Yanick Nasoliny, activista e um dos impulsionadores do “Movimento Korda Cabo Verde” não escondeu a insatisfação:

“Se não sabia agora já ficou a saber e a ver que o povo está mais do que nunca unido e a preocupação é única – melhoria do país, e para trabalhar é necessário que o Presidente esteja mais perto da população, participar na vida social dos cabo-verdianos, escutar os problemas, ver o sofrimento, porque só assim é possível resolver qualquer coisa”, desabafou o activista.

O objectivo dos manifestantes que, no entretanto, já tinham percorrido as artérias principais da Cidade da Praia, era aguardar pelo momento da saída dos membros do Governo e entidades da Assembleia Nacional para reclamarem e pedirem respostas às inquietações.

De acordo com promotores da manifestação, o “Movimento Korda Cabo Verde” está preocupado com a situação social e da forma como o País “está a ser conduzido”, pelo que pretendiam não só manifestar o seu desagrado, como propor soluções para o destino destas ilhas”.

Entretanto, abortada as intenções os protestos ecoaram em voz alta:

“É a hora de sairmos a rua e demonstrar o nosso descontentamento e quanto mais formos ignorados mais força teremos para lutar, pois, um dia eles cansarão…”.

O grupo, que diz demarcar-se de qualquer aproveitamento político, garante que pretende apenas lutar “contra todos os tipos de fatalidades que têm estado a surgir em Cabo Verde e que podem ser evitadas pelos membros do Governo”.

MC/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos