Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Mosteiros: Projecto Reforço holístico para desenvolvimento sustentável apresentado sexta-feira

São Filipe, 25 Mar (Inforpress) – O projecto Reforço Holístico para o Desenvolvimento Sustentável (REHDES) é apresentado, sexta-feira, na cidade de Igreja, nos Mosteiros, ilha do Fogo.

Para tal, uma delegação do consórcio de La Ribera (Espanha) estará de visita ao município dos Mosteiros, uma vez que o município dos Mosteiros é parceiro deste projecto.

Cofinanciado pela União Europeia, para uma intervenção na área do saneamento, no Distrito de Água Grande, São Tomé e Príncipe, o projecto tem como parceiro principal o consórcio de La Ribera (Espanha) e colaboração dos Mosteiros (Cabo Verde) no desenho da gestão de serviços públicos naquele país.

A União Europeia entra com dois milhões de euros neste projecto de cooperação, valor que será aplicado na recolha selectiva de resíduos e na criação de emprego verde em São Tomé e Príncipe.

Segundo uma nota de imprensa, este projecto começou a trabalhar para a criação de um sistema de gestão de resíduos no distrito da ilha de São Tomé e Príncipe, que inclui a capital, com o objectivo de melhorar as políticas ambientais, evitar a degradação e os problemas sanitários gerados pelos aterros não controlados.

Igualmente o projecto aposta no combate à pobreza, através de empregos verdes, com a criação de quatro pequenas estações de compostagem comunitária e duas de reciclagem para que a população possa ver os resultados do esforço colectivo na recolha selectiva e no apoio à criação de empresas que promovam a utilização dos recursos e, desta forma, a economia circular.

O consórcio de La Ribera é o coordenador do projecto REHDES que será implementado até meados de 2023 e no qual participam como sócios a Câmara do Distrito de Água Grande (beneficiária) e a Câmara Municipal dos Mosteiros, que contribuirá com a sua experiência neste domínio para ajudar as autoridades locais a enfrentar o desafio.

O Distrito de Água Grande tem uma população de aproximadamente 80 mil habitantes, distribuídos por dois municípios e doze povoados ou comunidades, sendo que 80 por cento (%) das pessoas vivem em situação de pobreza.

Igualmente enfrentam graves problemas ambientais decorrentes de uma expansão urbana acelerada e da debilidade da gestão de resíduos, já que a recolha como serviço público apenas atinge 38% da população, o que origina a proliferação de aterros não controlados com impacto na saúde pública e as autoridades locais nem sequer puderam estruturar um sistema que permita financiar o serviço.

Este projecto tem como objectivo geral, organizar políticas ambientais e a gestão dos resíduos urbanos através da recolha selectiva, e para atingir esse desafio, estabeleceu outras metas, como a necessidade de reforçar a capacidade das autoridades locais para prestar serviços públicos, promover a participação dos cidadãos e a economia circular, de modo a que a recolha selectiva gere empregos estáveis.

O mesmo prioriza as pessoas em risco de exclusão social, contribuindo assim para minimizar a produção de resíduos, estando previstas a realização de campanhas de sensibilização, com especial incidência na população escolar, para promover a redução dos resíduos, a valorização, a reutilização e a reciclagem.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos