Mosteiros: Campo de futebol de Ribeira do Ilhéu será baptizado com nome de Alírio Lopes de Pina

São Filipe, 30 Abr (Inforpress) – O campo de futebol da localidade de Ribeira do Ilhéu, zona norte do município dos Mosteiros, vai receber o nome de Alírio Lopes de Pina, em homenagem a esta “figura ímpar” dos Mosteiros e da Ilha.

A proposta da Câmara Municipal dos Mosteiros de atribuir o nome deste cidadão, desportista, activista cultural e social, apresentada na última sessão da Assembleia Municipal foi aprovada por unanimidade dos eleitos municipais que, desta forma, reconhecem o legado deixado pelo mesmo.

A inauguração e consequente atribuição do nome ao campo de futebol de Ribeira do Ilhéu acontecerá por ocasião do Dia do Município, que se celebra a 15 de Agosto, devendo as obras de conclusão serem retomadas graças à contribuição de emigrantes dos Mosteiros nos Estados Unidos das América, que disponibilizaram 50 mil dólares, e dos esforços da autarquia em mobilizar recursos através da cooperação descentralizada.

Por altura da sua inauguração será disputada a primeira edição da taça “Alírio Lion” como a figura homenageada era conhecida, que será disputada entre o campeão em título do interzonal, o Grito Povo, clube fundado por Alírio, e uma equipa convidada.

Na sua proposta a Câmara Municipal dos Mosteiros argumentou que “a construção do futuro pressupõe memória que ilumina, ter referências, salvaguardar o passado e distinguir aqueles que, através de memoráveis actos de intervenção pública voluntária, legaram um concelho melhor”.

A proposta acrescenta que Alírio Lopes de Pina foi “efectivamente uma personalidade invulgar” e prova disso é que “depois de tantos anos do seu desaparecimento físico, o nome deste homem continua a circular pela boca do povo, do mais comum dos cidadãos que dele resguardam as memórias dos feitos na pacata e bonita localidade de Ribeira do Ilhéu”, sublinhando o documento que ele ainda “mobiliza várias gerações de Mosteirenses que sempre viram nesta personalidade uma fonte de inspiração”.

Leão de Pina, um dos filhos de Alírio Lopes de Pina, contactado pela Inforpress, disse que tomou conhecimento da aprovação da proposta que atribui ao campo de futebol o nome do seu pai, não escondeu a sua satisfação na “qualidade de filho, não só de Alírio, mas de Ribeira do Ilhéu e dos Mosteiros”.

Leão de Pina disse que acompanhou parte do “empenho, entrega e obra” do seu pai que foi “um homem ligado ao desenvolvimento de Ribeira do Ilhéu”, sublinhando que a homenagem é motivo de orgulho e representa uma “honra enorme” para o mesmo, para toda a família e até para a comunidade.

“É um campo que ele, praticamente, construiu e se temos hoje um estádio moderno, relvado e ampliado para a prática desportiva, toda a base e alicerce está ligado à figura de Alírio”, referiu Leão de Pina, lembrando que o seu pai sempre foi tratado com muito carinho pelos filhos de Ribeira do Ilhéu e dos Mosteiros.

Além da sua ligação ao Grito Povo, que hoje disputa o campeonato regional de futebol do primeiro escalão, Alírio, explicou a mesma fonte, está ligado a várias outras intervenções.

“Para mim é uma honra e é com alegria que tomei conhecimento. É um momento de euforia e de fazer justiça ao seu contributo e entrega às causas de Ribeira do Ilhéu, Mosteiros e da ilha, juntamente com o apoio da comunidade”, destacou Leão de Pina.

Além do sector do desporto, com a criação do Grito Povo, construção do campo de futebol de Ribeira do Ilhéu, Alírio Lopes de Pina, envolveu-se fisicamente no desencravamento de Ribeira do Ilhéu com a construção da via de difícil acesso que é conhecido até hoje como Rocha de Fajãzinha, além de outras intervenções com a reconstrução de uma ponte destruída pelas cheias de 1975 na localidade de Patim.

Além disso, Leão de Pina, destacou todo o seu contributo no transporte e na cultura com a criação de espaços de lazer.

“É um momento de felicidade para a sua memória e acredito que ele estará a sentir-se reconhecido”, destacou Leão de Pina.

“Para Ribeira do Ilhéu e para os Mosteiros é reconhecer a nossa história e figuras que deram contributo relevante em prol de desenvolvimento da ilha do Fogo numa época difícil em que não havia muitos meios, emprego, maquinarias (equipamentos), mas pessoa com boa vontade”, afirmou a mesma fonte, para quem esta iniciativa servirá também como exemplo para a geração actual servir as comunidades e a ilha.

“Alírio Lopes é a minha fonte de inspiração e em tudo que faço, tenho-o como referência”, concluiu Leão de Pina.

JR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos