Morreu advogado Felisberto Vieira Lopes aos 82 anos

Cidade da Praia, 03 Abr (Inforpress) – O decano dos advogados cabo-verdianos, Felisberto Vieira Lopes, 82 anos, faleceu hoje, na Cidade da Praia, na sequência de uma queda na sua residência, confirmou à Inforpress o seu amigo pessoal, o também advogado Emílio Xavier.

Vieira Lopes esteve internado alguns dias no Hospital Agostinho Neto, segundo Emílio Xavier, tendo, inclusive, recebido alta hospitalar.

“Voltou à casa, mas houve complicações, tendo regressado ao hospital, onde faleceu por volta das 18:00 de hoje”, contou a mesma fonte.

Segundo Emílio Xavier, o corpo de Felisberto Vieira Lopes vai a enterrar ainda este sábado, em Santa Catarina, sua terra natal.

O advogado, que em Setembro completaria 83 anos, nasceu na ilha de Santiago, em 1937, e licenciou-se em Direito, em Lisboa, Portugal.

Como poeta usou o pseudónimo de Kaoberdiano Dambará.

Colaborou no Boletim dos alunos do Liceu Gil Eanes e no Novo Jornal de Cabo Verde e, depois da independência de Cabo Verde, Raízes, entre outros, além das suas várias publicações em jornais e revistas nacionais e estrangeiras.

Esteve, recentemente, na ribalta por ter sido o denunciante de um suposto esquema que levou o Ministério Público a acusar 14 pessoas e uma empresa por vários crimes relacionados com a usurpação e comercialização ilegal e criminosa de terrenos, na cidade da Praia, pertencentes, na sua grande maioria, ao Estado, à Câmara Municipal da Praia e a privados.

GSF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos