Moradores de Achadinha Cima/Ponta Chicharro satisfeitos com as obras de requalificação na sua zona

 

Cidade da Praia, 10 Jun (Inforpress) – Os moradores dos bairros de Achadinha Cima/Ponta Chicharro manifestaram-se hoje satisfeitos com as obras de requalificação das ruas e passeios, assim como da recuperação do teto de uma casa e troços de estradas, em cerca de 500 metros de extensão.

Ouvidos pela Inforpress, reconheceram que estas obras, estão a devolver à zona a sua estética, tornando-a mais atraente e aprazível para os moradores e visitantes.

Ema Soares, moradora local louvou a iniciativa da Câmara Municipal da Praia (CMP), referindo que com estas obras a localidade mudou bastante para melhor.

A moradora destacou também a importância destas obras que no seu entender ajuda na questão do saneamento, para o bem da zona e seus habitantes.

“Estamos contentes e felizes. Há muito que estávamos à espera deste trabalho. Porque na altura das chuvas a rua ficava cheia de lama”, desabafou Ema Soares.

Quem também está satisfeita com a nova imagem da localidade é a cidadã Felicidade Fernandes “Cadade”, indicando que as obras de requalificação vão permitir recolocar a zona “em pé de igualdade” com outros bairros da Cidade da Praia.

“O calcetamento evita lama na zona. A nossa zona agora está mais bonita. Estamos agradecidos e esperamos que a CMP continue a trabalhar cada vez mais para o bem da população”, salientou Felicidade Fernandes.

Em declarações à imprensa, o presidente da CMP, Óscar Santos disse que a requalificação urbana, nomeadamente o calcetamento continua a ser uma das prioridades da edilidade, tendo em conta o seu impacto na vida das pessoas e na saúde pública.

As obras de requalificação nos bairros têm “um significado importante” porque vai melhorar substancialmente o aspecto do saneamento básico, resolver os problemas dos passeios das ruas, entre outros”, sublinhou o autarca.

“O saneamento básico é essencial para a qualidade de vida”, destacou o presidente da CMP que confirmou que as obras de requalificação de Achadinha Cima/Ponta Chicharro custaram à CMP cerca de cinco mil contos.

JL/FP

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos