Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Morabeza-Festa do Livro: Poeta Osvaldo Osório quer que o evento seja uma oportunidade para a nova geração

 

Cidade da Praia, 26 Out (Inforpress)- O poeta, contista, dramaturgo e ensaísta cabo-verdiano Osvaldo Osório disse hoje que o Morabeza-Festa do Livro será uma ocasião para o fortalecimento e diversificação da literatura e uma oportunidade para a nova geração cabo-verdiana.

Em declarações à inforpress, Osvaldo Osório afirmou que o evento, que decorre de 30 deste mês a 05 de Novembro, juntando mais de 40 escritores dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), será também um momento de “partilha, troca culturais”, mas, sobretudo, de “promoção da literatura”.

“Iniciativas deste tipo são sempre bem-vindas porque movimentam os produtores e autores dos livros, e poderão ser ainda uma oportunidade para as novas gerações que têm produzido e escrito coisas boas e que serão a força do futuro”, assegurou o poeta, que se mostrou bastante esperançoso quanto à realização do evento.

No seu entender, em Cabo Verde há muita gente nova que merece atenção a nível da poesia, do romance, do ensaísmo, mas sobretudo a nível da investigação, uma vez que esses profissionais têm desenvolvido excelentes trabalhos que muitas das vezes não são divulgados.

Autor do romance “As Ilhas do Meio Mundo”, Osvaldo Osório disse que o estado tem o papel de ajudar com apoio material, mas desafiou os autores, poetas, produtores, ensaístas, pesquisadores , romancistas, sobretudo a juventude, a se mobilizarem para publicação dos seus trabalhos num jornal ou uma revista literária mensal.

“Não há um meio onde se estimule essa produção e caberá a nós próprios os produtores de literatura juntar-se e unir-se para fazer algo ao nosso favor e não estar sempre à espera do Estado”, reconheceu o poeta, que disse esperar que o encontro possa contribuir para fortalecer e diversificar a literária a nível dos PALOP e trocas de novas ideias.

Osvaldo Osório vai participar na mesa redonda “Em busca de um futuro”, juntamente com as escritoras Eileen Barbosa e Natacha Magalhães.

É autor dos poemas de luta “Caboverdeanamente Construção Meu Amor” (1975), “Cântico do habitante, precedido de Duas Gestas” (1977), “Clar(a)idade Assombrada” e “Os loucos poemas de amor e outras estações inacabadas”.

Promovido pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, a primeira edição da “Morabeza-Festa do Livro” vai contar com a presença de vários escritores cabo-verdianos e da Comunidade da CPLP, nomeadamente Arménio Vieira, Germano Almeida, Osvaldo Osório, Vera Duarte, Dina Salústio, Joaquim Arena, Mia Couto, José Eduardo Agualusa, Afonso Cruz, Valter Hugo Mãe, entre outros.

“Morabeza-Festa do Livro”, que receberá também escritores oriundos da África, Ásia e Europa, pretende assumir-se como um ponto de ligação entre os vários continentes onde a expressão portuguesa está presente e viva, através de parcerias com o Festival Rota das Letras (Macau), o Festival da Palavra (Porto Rico e Nova Iorque) e o LeV-Literatura em Viagem (Matosinhos), explica a nota de imprensa.

O evento, que irá decorrer na Biblioteca Nacional de Cabo Verde e no Palácio da Cultura Ildo Lobo (PCIL), tem como principal objectivo a promoção da leitura e da escrita criativa.

AV/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos