Moda: Associação Modeli promove primeiro desfile de moda inclusiva na Cidade da Praia

 

Cidade da Praia, 08 Out (Inforpress) – A Cidade da Praia acolhe no dia 14 de Outubro, o primeiro desfile de moda inclusiva, sob o lema “Um novo Olhar”, uma incitava da Associação Modeli, informou hoje à Inforpress, a presidente da associação, Joana Almada.

Depois de ter participado numa assembleia de Desporto Adaptado, em Angola, Joana Almada disse ter reparado que as mulheres africanas, vítimas de guerra, realizam desfile de trajes africanos para se valorizarem, por isso resolveu trazer essa ideia para Cabo Verde, mas com objectivo diferentes.

Este desfile, indicou, visa chamar a atenção dos estilistas para a inclusão através da moda, isto é, para a igualdade.

“E porque o mundo é de quem sonha e atreve, a moda não tem medida e não tem pessoa. É difícil, para muitas pessoas, encontrar vestuários que servem, então sempre temos de fazer algumas adaptações. Por isso, queremos que as estilistas nacionais lancem trajes que adequam às pessoas que têm dificuldades em encontrar roupas”, disse.

O desfile, segundo indicou, vai ser intercalado por pessoas obesas, isto é, plus size, homossexuais, cadeirantes, crianças deficientes, entre outros, seguimento da população visto, segundo Joana Almada, de forma diferente na sociedade e sofre algum tipo de preconceito.

Música, dança, e desfile são algumas promessas da organização para o primeiro desfile de moda inclusão, que acontece num dos hotéis da capital, na Cidade da Praia.

“Desfile de traje africano de gala, do dia-a-dia, moda praia, e uma demonstração de obstáculos que enfrentamos no dia-a-dia. Por exemplo, nós os cadeirantes, o nosso maior obstáculo é acessibilidade, assim como os plus size, quer homem ou mulher, têm dificuldade em encontrar roupa que os serve”, sublinhou.

AM /JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos