Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Moçambique recupera da queda de 1,3% em 2020 e cresce 2,8% este ano

Hong Kong, 05 Set (Inforpress) – A consultora Fitch Solutions antevê que a economia moçambicana acelere para um crescimento de 2,8% este ano, bem abaixo da média de 5,5% da última década, mas recuperando da contracção de 1,3% no ano passado.

“Prevemos que o PIB de Moçambique cresça 2,8% este ano, e que o Governo não vá implementar medidas de confinamento tão duras como as que foram aplicadas no segundo trimestre”, lê-se num comentário aos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística de Moçambique no final de Agosto, que revelam um crescimento de 2% no segundo trimestre deste ano, que se segue a uma expansão de apenas 0,1% nos primeiros três meses do ano, ambos face ao período homólogo.

No comentário, enviado aos clientes desta consultora detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings, lê-se que, devido ao abrandamento das medidas de confinamento, “as condições do mercado laboral vão continuar a melhorar gradualmente, fortalecendo o rendimento disponível das famílias e a confiança dos consumidores, o que levará a uma recuperação moderada do consumo privado”.

A despesa pública, acrescentam os analistas na nota a que a Lusa teve acesso, vai também aumentar, nomeadamente no combate à insegurança em Cabo Delgado e na compra de vacinas contra a pandemia de covid-19, o que vai animar a actividade económica.

Para além da despesa pública, também a retoma nas principais exportações de Moçambique sustenta a previsão de recuperação económica este ano.

“A produção nacional de carvão deverá recuperar de uma contracção de 16,9% em 2020 para um crescimento de 10,6%, com as principais mineiras a retomarem as operações, e os preços do alumínio deverão também registar uma forte subida, de 1.731 dólares por tonelada para 2.300 este ano, o que apoia uma recuperação robusta das exportações este ano”, apontam os analistas.

Na segunda-feira, o Instituto Nacional de Estatística moçambicano divulgou que o PIB cresceu 1,97% no segundo trimestre deste ano face ao mesmo período de 2020.

É o segundo trimestre consecutivo de crescimento, após uma subida de 0,12% no primeiro trimestre de 2021, sinalizando uma recuperação face à crise provocada pela pandemia de covid-19.

“O desempenho da actividade económica no segundo trimestre de 2021 é atribuído em primeiro lugar ao sector terciário, que cresceu 2,82%, com maior destaque para o ramo da Hotelaria e Restauração com uma variação de 4,03%”, nota o INE.

O Orçamento do Estado para 2021 prevê um crescimento da economia de 2,1%, mas o documento foi aprovado no final de 2020, três meses antes da suspensão por tempo indeterminado do projecto de gás da TotalEnergies no norte do país, devido à insegurança na província de Cabo Delgado.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos