Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro do Desporto afirma que “aposta forte” nos  Jogos da CPLP é para garantir futuro do desporto cabo-verdiano

Cidade da Praia, 12 Jul   (Inforpress) – O ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, disse hoje,   na Cidade da Praia,   que a “aposta forte” nos Jogos da Comunidade dos Pailies de Língua Portuguesa (CPLP)   é para garantir  o futuro do desporto cabo-verdianos.

Segundo o ministro, que falava aos jornalistas após uma visita à delegação cabo-verdiana   para os XI Jogos da CPLP, essa participação de Cabo Verde é uma forma desses jovens terem uma oportunidade de representar o país e se afirmarem a nível internacional.

Acrescentou, por outro lado, que num momento em que Cabo Verde   vai assumir a presidência da CPLP, o país tinha que dar um sinal dessa aposta no desporto de forma “clara e consistente”.

“Desde 2016 já investimentos muito e iremos continuar a investir e acima de tudo ligar o desporto a grandes eventos internacionais”, salientou   o ministro, destacando   a certificação dos circuitos das etapas de kitesurf em Cabo Verde e os Jogos Africanos de Praia, que a Ilha do Sal vai receber em 2019.

Questionado sobre os custos da participação nesses jogos, o ministro   observou   que o mais importante neste momento é a “mais-valia” que trará a   Cabo Verde no processo de integração   no espaço da CPLP, mas concretamente na questão da mobilidade.

“O que mais importa são as pessoas, as culturas  e  o desenvolvimento da  cooperação entre os nossos povos”, notou, Fernando Elísio Freire,   garantindo que Cabo Verde continua numa luta “ persistente”,  no sentido de que a CPLP só terá futuro quando for dos povos e  dos cidadãos.

Os XI Jogos Desportivos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) realizam-se de 21 a 28 deste mês, em São Tomé e Príncipe, e Cabo verde vai estar representado em todas as modalidades, nomeadamente atletismo (masculino e feminino), atletismo para portadores de deficiência, basquetebol 3×3 (feminino), taekwondo (masculino e feminino) e voleibol de praia (masculino e feminino).

A delegação cabo-verdiana será composta por 69 agentes desportivos, incluindo 46 atletas, 11 treinadores, um árbitro, seis dirigentes para cada modalidade, dois representantes do Ministério do Desporto, um jornalista e três agentes de saúde.

Uma parte da comitiva cabo-verdiana viaja para São Tomé e Príncipe neste domingo, 15, e a outra na próxima terça-feira, 17, conforme informou a Direcção-geral dos Desportos.

OM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos