Ministro diz que Maio está agora em condições de organizar competições nacionais

Porto Inglês, 16 Fev (Inforpress) – O ministro do Desporto considerou hoje que a partir deste momento a ilha do Maio está em condições de organizar eventos desportivos de carácter nacional, graças às intervenções feitas no estádio municipal.

Segundo Fernando Elísio Freire, com a inauguração hoje da segunda fase das obras do estádio municipal de futebol, a ilha do Maio entrou no “mapa desportivo de Cabo Verde”, sublinhando que a infra-estrutura ora inaugurada contribuirá para a melhoria das condições da prática futebolística na ilha e também estar em condições de receber provas a nível nacional.

De acordo com o ministro, o Governo prometeu que iria colocar o desporto no “lugar que merece”, em todo Cabo Verde, e na ilha do Maio em particular, começando por aquela infra-estrutura e alargando intervenções às vilas do Barreiro e da Calheta, com a construção dos dois campos relvados para treino.

“Em segundo lugar, esta infra-estrutura deve servir para catapultar a qualidade do futebol praticado aqui no na ilha, pelo que também vamos reforçar os investimentos na formação desportiva para que a ilha assuma de facto o papel que tem no desporto em Cabo Verde, nas várias modalidades”, asseverou.

O governante deixou a promessa de, caso o partido que sustenta o Governo (MpD) vencer as próximas eleições legislativas, o Executivo continuar a apoiar a edilidade na construção de infra-estruturas desportivas, alegando que a prioridade seria a construção de um pavilhão desportivo.

Aliás, Fernando Elísio Freire afincou que a construção de um pavilhão desportivo era uma das prioridades para a ilha, mas, explicou, atendendo ao pedido dos dirigentes desportivos para a conclusão do actual estádio, houve a necessidade de respeitar o desejo da comunidade futebolística.

“O estádio já está feito, pelo que agora vamos passar para a fase seguinte e para próximo mandato avançarmos para o processo de construção do pavilhão desportivo, para que a ilha do Maio possa de facto ter as infra-estruturas necessárias para a prática do desporto e actividade física (…)”, salientou.

Acrescentou que o desejo do actual Governo é dotar o Maio de mais infra-estruturas desportivas e melhorar as condições das actuais placas desportivas, para que a ilha venha a ter as condições para a prática das várias modalidades desportivas e contribuir para dinamizar a competição nos diversos níveis e escalão.

Fernando Elísio Freire considera ainda “boa” a iniciativa da edilidade em atribuir o nome de ‘Dau de Segunda’ ao actual estádio municipal, considerando ser uma forma “justa” de homenagear esta figura em vida, pelo facto de ter contributo e engrandecido o futebol da ilha do Maio.

Por seu lado, o edil maiense, Miguel Rosa, considerou que a referida infra-estrutura é “um orgulho” para a ilha, tendo em conta que traz mais “conforto” a todos aqueles que, de uma forma ou outra, estejam ligados ao futebol.

Miguel Rosa lembrou que a referida infra-estrutura veio trazer mais dignidade aos atletas e à toda comunidade desportiva na ilha, graças a uma parceria entre o poder local e o Governo de Cabo Verde.

Neste sentido, considerou que o diálogo entre a autarquia e as entidades ligadas ao desporto está sendo levado a cabo para que a ilha venha a ser palco de “grandes eventos desportivos”.

O edil salientou ser uma promessa da campanha que agora está sendo efectivada, lembrando que as próximas acções vão ser nos campos relvados de treino das vilas do Barreiro e da Calheta.

WN/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos