Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro diz que enfermeiro Ilídio Évora Santos foi “uma referência” no sector da saúde na ilha do Maio

Porto Inglês, 25 Set (Inforpress) – O ministro da Saúde considerou hoje que o enfermeiro Ilídio Évora Santos foi “uma referência” no sector da saúde na ilha, numa declaração proferida durante o acto de atribuição do nome do profissional ao Centro de Saúde local.

“Mas também,  um alguém que teve uma influência muito forte a nível social, dos dados todos que tenho recebido, revi na imagem do  enfermeiro Ilídio Évora Santos, aquilo que os valores da enfermagem”, completou Arlindo do Rosário.

O ministro disse ainda que a homenagem é extensiva “a toda geração dos enfermeiros do país”,  e aproveitou ocasião para realçar os ganhos que a classe consegui nos últimos dois anos, nomeadamente na progressão da carreira, além da possibilidade que a maioria tem de concluir a sua formação superior.

O governante avançou que vão ser contratados mais 179 enfermeiro “em breve”, com o lançamento do concurso de recrutamento, medidas, ajuntou, “fundamentais para a melhoria da saúde no país”.

O presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, por seu lado, manifestou  “satisfação pelo nobre gesto” de reconhecimento, mas também pelo “árduo trabalho incansável” que  o enfermeiro Ilídio Évora Santos travou “em prol da saúde e do bem-estar” do povo maiense na sua missão de “servidor das suas gentes”.

“Ele foi um homem da juventude e grande parte dos  jovens da cidade do Porto Inglês teve a possibilidade de ter o enfermeiro Ilídio Évora Santos como conselheiro e amigo”, sublinhou, frisando que o falecido enfermeiro esteve na politica, mas “independente da cor politica que defendia, conseguia dar-se bem com todas as pessoas”, razão pela qual, sustentou,  a proposta de atribuição do seu nome recebeu voto unânime dos deputados municipais.

Miguel Rosa disse ainda reconhecer no homenageado os valores da” humildade e serenidade”, que consegui transmitir a todos aqueles que com ele conviveram de perto, apontando que Ilídio Santos também era, para além de “um amigo pessoal, um conselheiro”, daí a “grande perda” para a ilha que significou a sua morte.

Em nome da família o irmão Alírio Santos expressou o sentimento de “gratidão” pelo gesto ao irmão, alguém que considerou como “um grande homem, amigo e irmão”, que deu “tudo de si para o bem-estar do povo maiense”.

Natural da ilha do Maio,  Ilídio Évora Santos nasceu a 20 de Outubro de 1955, iniciou as suas funções ainda muito jovem.

Casado e pai de três filhos,  desempenhou também as funções de vereador do Ambiente, Saúde e Cultura durante dois anos na autarquia maiense no final de década de 90 e até 2004.

Homem “muito dedicado” à fé cristão, Ilídio Évora Santos também desempenhou vários cargos na Paróquia de Nossa Senhora da Luz.

WN/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos