Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro destaca papel das associações comunitárias na prestação de cuidados de saúde dos jovens e adolescentes

Cidade da Praia, 23 Nov (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, destacou hoje o “papel essencial” que as associações comunitárias têm na prestação de cuidados de saúde e em atender as necessidades dos jovens e adolescentes.

O governante fez estas declarações na abertura do “Diálogo Nacional para adolescentes e jovens instruídos, saudáveis e realizados – Rumo a um Compromisso de África Ocidental e Central”, promovido pelo Ministério da Saúde, em parceria com o escritório conjunto do PNUD, UNFPA e UNICEF e a UNESCO.

“Gostaria de reconhecer o papel essencial que as associações nacionais comunitárias, as regionais e as locais espalhadas por Cabo Verde (…) têm tido na prestação de cuidados de saúde destinados a atender as necessidades destas populações”, precisou.

Abraão Vicente, que falava em representação do ministro da Saúde, sublinhou que Cabo Verde sempre foi um país marcadamente jovem na sua estrutura etária e a camada infanta juvenil continua a ser a faixa etária mais representativa do país e a que mais provavelmente pede mais e maior atenção.

Segundo o ministro, a atenção à saúde da camada jovem, que inclui o bem-estar físico e mental, o desenvolvimento pessoal e social e o sucesso geracional, é um dever de todos, e que deverá traduzir de maneira articulada e sistémica com resultados concretos e palpáveis.

Os ganhos geracionais são evidentes. Esta atenção e cumprimento para com o direito as crianças, adolescentes e dos jovens tem sido espelhado nas sucessivas políticas, programas e intervenções governamentais e multissectoriais das áreas da saúde, educação, desporto, cultura, recriação, formação profissional e trabalho, entre outros aspectos”, referiu.

Por outro lado, sublinhou que é preciso também reconhecer que há ainda questões, doenças e lesões e até mortes prematuras substanciais entre os adolescentes e jovens que poem em causa a sua capacidade de crescer e desenvolver em todo o seu potencial.

Entretanto assegurou que o compromisso do Governo passa por promover comportamento saudável ao longo da adolescência e mesmo mais precocemente tomar medidas para protegê-los dos factores de risco à saúde.

O governante entende que a instrução, a orientação e o empoderamento dos jovens são passos essenciais da prevenção de problemas de saúde na idade adulta e para saúde futura.

Afirmou que Cabo Verde tem sido capaz de desenhar, organizar e tornar acessíveis serviços que prestam cuidados de saúde integrados e sensíveis às características e necessidades dos jovens e adolescentes do país.

O prepósito, segundo o governante, é continuar a elevar a fasquia, tornando-se esses trabalhos em serviços que , além de acolherem, cuidarem e orientarem, também promovem nos adolescentes e jovens a autonomia, o empoderamento e a confiança no futuro.

“Contamos com o apoio de todos os nossos parceiros nacionais, as organizações internacionais porque apenas assim conseguiremos alcançar os nossos objectivos e servir os nossos adolescentes e jovens com uma saúde de qualidade integral, justa e sustentável”, finalizou.

AV /JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos